Carlinhos repete sina de lesões e acaba 2017 ameaçado no Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

    Carlinhos esteve longos períodos afastado por lesão e perdeu espaço no time do Inter

    Carlinhos esteve longos períodos afastado por lesão e perdeu espaço no time do Inter

Carlinhos queria esquecer os anos recentes e resgatar seu futebol no Inter. Começou dando indícios claros de que conseguiria, mas acabou atrapalhado pelo mesmo problema que o acompanhou no São Paulo: lesões. Por isso, o lateral esquerdo chega ao fim do ano com a possibilidade real de não ter vínculo renovado com Inter.

Não é algo que já esteja determinado, mas a tendência é que a direção não procure Carlinhos para exercer a cláusula que renova automaticamente sua ligação com o Colorado pelos próximos dois anos. A possibilidade disso acontecer atualmente é bem pequena, conforme apurou a reportagem do UOL Esporte.

Porém, o clube passa por um momento de incertezas no comando. Com a possibilidade de ruptura no trabalho de Guto Ferreira, apenas mais adiante é que os passos definitivos serão tomados. Até por isso, Carlinhos não foi informado de nada oficialmente. 

E uma eventual saída não seria pela qualidade. Quando jogou, Carlinhos foi bem, principalmente no começo do ano quando foi titular do time. Formando dupla pelo lado esquerdo com Uendel, se consolidou na equipe e mostrou que poderia se firmar. Em média, os números dele são bons, com quatro assistências em 19 partidas. São duas a menos que o titular Uendel, que disputou mais de 30 jogos e teve rotina abreviada por problemas clínicos, que o fizeram perder conexão com o time de cima. 

Primeiro foi uma lesão no clássico Gre-Nal do Gauchão, no fim de fevereiro. Um mês afastado do time por conta de uma lesão muscular na coxa esquerda. E quando estava voltando, em meados de abril, um diagnóstico de apendicite e mais um mês fora por conta da necessidade de cirurgia.

O novo começo aconteceu no princípio da Série B, mas em seguida mais um período afastado. Em julho, a comissão técnica do Inter determinou um treinamento especial para ele e o afastou do time para recuperar a melhor forma. No fim daquele mês, um novo diagnóstico de lesão muscular na coxa esquerda.

O regresso definitivo veio em setembro, com deste então momentos em que esteve no banco de reservas ou perdeu vaga como suplente para o jovem Iago, de 20 anos, que tem crescido de rendimento em atividades ou momentos que entra no time. 

A ideia de aproveitar o mais novo também pode pesar na interrupção da passagem de Carlinhos pelo Beira-Rio. Com vínculo até 2020, Iago é uma das principais apostas da base vermelha.

As ausências de Carlinhos remetem ao ocorrido com ele no São Paulo. Em 2016, ficou fora de atividade por quase 100 dias por força de lesões. E treinou, inclusive, nas férias para chegar melhor na temporada 2017.

Com 30 anos, o ex-lateral do São Paulo e do Fluminense disputou a última partida no fim de setembro, contra o Santa Cruz, no Beira-Rio. E foi relacionado pela última vez em 28 de outubro, para o jogo contra o Ceará, quando sentiu um desconforto na panturrilha durante o aquecimento e não retomou trabalhos normais desde então. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos