Chiellini diz que "Guardiolismo" arruinou essência dos zagueiros italianos

Do UOL, em São Paulo

  • Stefano Rellandini/Reuters

    Chiellini (dir) se considera um zagueiro à moda antiga na Itália

    Chiellini (dir) se considera um zagueiro à moda antiga na Itália

O zagueiro Giorgio Chiellini disse, em entrevista ao jornal "Tuttosport", que o estilo que virou marca do técnico Pep Guardiola, difundido em diversos clubes do futebol europeu, acabou arruinando o desenvolvimento dos zagueiros italianos.

Na avaliação do jogador da Juventus, a organização defensiva e o posicionamento podem até ter melhorado, mas uma das marcas dos jogadores italianos ficou prejudicada: a de eficiência em uma marcação homem a homem.      

"O 'Guardiolismo' arruinou um pouco os zagueiros italianos. Agora, todos os zagueiros sabem como se organizar, mas não sabem como marcar um atacante", disse Chiellini, que ainda fez uma comparação de como era a formação de zagueiro em sua época.

"Quando era jovem eu treinava para 'sentir' o atacante, marcando bem dentro da área. Agora isso já não existe. Os zagueiros italianos deixam os atacantes livres", continuou.

Para Chiellini, o estilo de Guardiola nunca poderá ser repetido com perfeição pelo futebol italiano, cuja essência é diferente. O tiki-taka (troca de passes), em sua avaliação, nunca será uma especialidade do país.

"É uma pena que se perca a essência de uma escola porque precisamos de talentos. Deviam ter sido mantidas algumas coisas. Nós nunca poderemos ser bons no 'tiki-taka', isso não faz parte do nosso DNA", disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos