Desobediência tática de Lucas Lima irritou Elano na derrota contra o Vasco

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/Santos FC

    Lucas Lima não cumpriu o que foi treinador taticamente na derrota para o Vasco

    Lucas Lima não cumpriu o que foi treinador taticamente na derrota para o Vasco

O técnico Elano não escondeu sua insatisfação com o meia Lucas Lima após a derrota para o Vasco, na última quarta. Questionado sobre um possível desinteresse do camisa 10 em campo, o treinador respondeu que "gostaria de falar tudo o que ele achava". O UOL Esporte apurou que o principal motivo para a irritação do treinador foi a desobediência tática do meia.

Para Elano, o camisa 10 estava fora da função tática determinada e treinada nos últimos dias. O treinador havia combinado com Lucas Lima que ele atuaria entre as linhas e jogaria bem próximo de Bruno Henrique, mas o jogador não cumpriu a função.

Além disso, o técnico santista viu Lucas Lima não atender o seu pedido em relação à marcação. Na visão de Elano, o jogador não ajudou o time sem a bola. O gol de empate do Vasco, aos 39 minutos do segundo tempo, foi o estopim para que o treinador perdesse a paciência com o camisa 10.

Elano se irritou bastante pois acredita que o meia não combateu na jogada e foi displicente na marcação. No lance em questão, o meia Evander driblou Lucas Lima com facilidade e chutou de fora da área para marcar um golaço. Somando tudo o que aconteceu na partida, faltou pouco para o treinador desabafar publicamente contra o seu atleta.

"Eu queria poder falar tudo o que eu acho (Lucas Lima), mas por questão ética e de respeito com os atletas eu converso particularmente com eles. Eu tive uma conversa (Lucas Lima) e deixou aberto que pudesse contar com ele. Não posso direcionar só para ele, todos os jogadores têm sua parcela de vitória e de derrota. Não posso direcionar só para o Lucas Lima, mas amanhã (quinta-feira), na reapresentação, tenho a minha conversa não só com ele, mas com outros atletas para colocar o ponto do que achei do jogo de hoje", afirmou Elano.

O problema para Lucas Lima é que Elano não foi o único insatisfeito com ele diante do Vasco. A torcida o vaiou bastante durante todo o jogo e ainda viu o meia retrucar após o Santos abrir o marcador. Por ter dado uma bela assistência a Ricardo Oliveira, o camisa 10 se virou para o setor das cativas da Vila Belmiro e levou a mão ao ouvido, ironicamente, pedindo mais vaias.

O gesto, que foi o mesmo que causou a revolta dos santistas com Zeca, irritou os torcedores. O lateral, que abandonou o clube após ação judicial, sofreu fortes ameaças após fazer o mesmo gesto no empate do Santos contra o Vitória, no Pacaembu. Em um desembarque do elenco no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, ele chegou a ser agredido durante um protesto.

Ao término da partida contra o Vasco, a torcida xingou bastante o meia Lucas Lima. O camisa 10, inclusive, se recusou a conceder entrevistas na saída de campo, temendo acontecer coisa pior no protesto da torcida, que xingou e até cuspiu em alguns atletas na saída do gramado.

Lucas Lima tem contrato com o Santos até dezembro deste ano e ainda não respondeu a proposta de renovação contratual feita pelo Santos no primeiro semestre. O clube paulista ofereceu R$ 600 mil mensais e mais luvas por um compromisso de três anos. A demora para responder é um dos fatores que causa o mal-estar entre atleta e torcida.

Bruno Henrique também desagradou taticamente

Além de Lucas Lima, o técnico Elano também não ficou satisfeito com o posicionamento tático de Bruno Henrique. Para ele, o atacante se deslocou muito para o meio do campo, fato que forçou o time a jogar pelo centro, e não pelas pontas. O treinador ainda tentou corrigir este defeito no intervalo da partida.

Vale ressaltar, no entanto, que Bruno Henrique foi escalado nos dois jogos, contra Atlético-MG e Vasco, do lado direito do ataque, posição em que o jogador não rende o mesmo futebol. Na chegada do camisa 27 ao Santos, Dorival Júnior, técnico da época, demorou para descobrir que Bruno Henrique rende de fato atuando do lado esquerdo. Depois da inversão, o atleta passou a se destacar e virou titular absoluto. Elano, agora, repete o mesmo erro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos