Após diretor financeiro, Bandeira perde dois vice-presidentes no Flamengo

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Pedro Ivo Almeida/UOL

    Rafael Strauch posa com Eduardo Bandeira de Mello na posse do presidente em 2012

    Rafael Strauch posa com Eduardo Bandeira de Mello na posse do presidente em 2012

A administração do Flamengo sofreu perdas significativas nos últimos tempos. Depois do diretor financeiro Paulo Dutra, os vice-presidentes Edmilson Varejão e Rafael Strauch deixaram o clube. O último, inclusive, se despediu oficialmente neste sábado (11).

Varejão deixou o clube por conta de iniciativas profissionais no exterior. Segundo apurou o UOL Esporte, Strauch também saiu em razão de compromissos particulares e está fora do país. A informação foi confirmada pelo departamento de comunicação do Rubro-negro.

Gilberto Freitas assumiu a VP de secretaria, mas ainda não há substituto para o cargo ocupado por Rafael Strauch. Ele era muito próximo ao presidente Eduardo Bandeira de Mello e um dos líderes do SóFLA, o grupo político do mandatário.

Strauch, inclusive, foi o principal coordenador da campanha que garantiu a reeleição do presidente no pleito de dezembro de 2015. Apesar da proximidade com Bandeira de Mello, ele sempre foi considerado um personagem controverso dentro da própria administração, principalmente pelas opiniões intensas e dos confrontos no dia a dia. A relação com a imprensa também nunca foi das melhores.

Embora as saídas não tenham ligação direta - pelo menos por enquanto - com a eleição do próximo ano, as informações dos bastidores da Gávea apontam que outros integrantes importantes da diretoria devem deixar o clube. As divergências com o presidente Bandeira têm sido um problema nos últimos tempos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos