Palmeiras reúne elenco para pedir apoio da torcida, mas "esquece" Egidio

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Mauro Horita/Estadão Conteúdo

    Egidio volta ao Palmeiras na segunda-feira, segundo o técnico Alberto Valentim

    Egidio volta ao Palmeiras na segunda-feira, segundo o técnico Alberto Valentim

A queda para o Vitória em Salvador, os protestos em forma de pichação no muro do Allianz Parque, o aumento da cobrança interna e a promessa de manifestação da organizada geraram uma mobilização inédita no Palmeiras. Na última sexta, o elenco todo se reuniu e usou a entrevista de Alberto Valentim para cobrar apoio da torcida nestas últimas cinco rodadas de Campeonato Brasileiro. A grande notícia do dia anterior, no entanto, acabou "esquecida": a multa da diretoria para o lateral esquerdo Egidio.

Advertido depois de rebater os questionamentos de um torcedor com um xingamento, o ala canhoto foi liberado pela diretoria para resolver problemas particulares e, por isso, não estava presente na manifestação do elenco. Egídio foi a Belo Horizonte e não jogará no fim de semana, contra o Flamengo. Os jogadores e Alberto Valentim, diante do gerente de futebol Cícero Souza, que também esteve presente na sala de imprensa, evitaram qualquer conflito sobre o problema disciplinar do companheiro.

Ninguém falou espontaneamente sobre o episódio do dia anterior. Perguntado diretamente sobre o assunto, Dudu, o capitão palmeirense, se limitou a corroborar com a decisão da diretoria em relação ao companheiro. "A diretoria se posicionou e vamos acatar", limitou-se a dizer o camisa 7, aparentando tristeza pelas críticas fortes direcionadas ao lateral.

Já Alberto Valentim não abordou o ocorrido no aeroporto e tratou de projetar até o retorno do camisa 6 para o clube. "O Egídio foi resolver um problema particular em Belo Horizonte. Por isso não está aqui com a gente. Ele não vai para esse jogo, mas semana que vem ele treina normalmente", disse o treinador.

Não houve qualquer defesa mais explícita em relação ao lateral, exposto pelo clube com o tratamento público em relação ao xingamento no aeroporto. A multa de Egidio ganhou uma repercussão externa por conta do próprio Palmeiras, que emitiu uma nota no site oficial para abordar o caso ocorrido.

Em outras ocasiões, como na multa recebida por Felipe Melo pela discussão com o preparador físico Omar Feitosa ainda em maio, a postura foi outra. Alexandre Mattos só confirmou a punição ao veterano quase três meses depois do ocorrido no CT palmeirense, em entrevista concedida no mês de agosto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos