Benzema dá sua versão para "polêmica de cães e gatos" com Mourinho

Do UOL, em São Paulo

  • Julio Muñoz/EFE

    Karim Benzema e José Mourinho se cumprimentam em jogo do Real Madrid em 2011

    Karim Benzema e José Mourinho se cumprimentam em jogo do Real Madrid em 2011

Centroavante do Real Madrid, Karim Benzema deu sua versão para o desentendimento com José Mourinho, técnico português que comandou o clube espanhol entre 2010 e 2013. O treinador, hoje no Manchester United, havia usado uma metáfora entre cães e gatos para criticar a "falta de instinto assassino" do francês na época.

"Tive a impressão de que ele fez isso como uma piada. Ele é alguém que eu respeito; depois disso, passou. Eu disse a ele o que eu tinha a dizer, conversamos por uma hora. 'Eu sou um jogador de futebol e você é meu treinador. Eu respeito você, me respeite como jogador'. Depois disso, não houve mais gatos, cães ou nada do tipo", disse Benzema, em entrevista à emissora francesa "Canal+".

Alvo de críticas na Espanha por sua seca de gols e na França pela polêmica com Mathieu Balbuena, em caso de chantagem que o afastou da seleção, Benzema admitiu incômodo, mas disse que precisa se manter profissional para dar um bom exemplo em campo.

"Devo dar um exemplo em campo. Críticas, insultos... É difícil, especialmente na Espanha, onde às vezes você não entende tudo. Mas também dói muito na França, especialmente quando isso afeta sua família. Mas você deve ser profissional e dar um exemplo para os menores, para os jovens, para todos. O futebol tem um impacto. É difícil. Eu posso conter-me. O que é mais difícil é quando a crítica vem de seus próprios fãs. Aí é realmente difícil. Normalmente, eles estão lá para animá-lo", queixou-se.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos