Arroyo perde espaço e passa de coringa a 'último da fila' do Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

    Equatoriano ficou fora do banco nos últimos jogos e pode até deixar o Grêmio

    Equatoriano ficou fora do banco nos últimos jogos e pode até deixar o Grêmio

Michael Arroyo chegou ao Grêmio como um reforço para o setor ofensivo, capaz de ser opção em mais de uma função, e em três meses foi para o fim da fila. As atuações do meia-atacante e o comportamento no dia a dia decepcionaram comissão técnica e diretoria. Tanto que ele tem sobrado até do banco de reservas nas últimas semanas. A presença de Miky Arroyo no Grêmio não é garantida em 2018.

Aos 30 anos, o equatoriano assinou por três temporadas depois de deixar o América-MEX. O vínculo longo deve fazer o Grêmio tratá-lo como possível moeda de troca no mercado. A perspectiva só irá se alterar em caso de reversão brusca do atual cenário.

O jogo que culminou com a perda de espaço ocorreu em 22 de outubro, contra o Palmeiras, na Arena. O Grêmio usava reservas quando Arroyo saiu cara a cara com o goleiro e demorou muito para finalizar. O restante da atuação também foi decepcionante.

Aos olhos da direção e comissão técnica, Michael Arroyo era uma contratação interessante pela condição física e característica, com boa bola parada e chute forte de média e longa distância. Só que em Porto Alegre nenhum desses atributos apareceu. Nem nos treinos e muito menos nos jogos. A decepção chegou.

Arroyo ficou fora do banco de reservas contra o Barcelona, em Guayaquil. Deixou de ser relacionado depois e o Grêmio justificou a ausência por inflamação na garganta. Nos bastidores, porém, a produção também foi citada como motivo para a falta de espaço.

Ao mesmo tempo, Everton voltou a jogar bem e abriu disputa com Fernandinho por um lugar entre os titulares. Beto da Silva apresentou melhora antes de ter nova lesão muscular. E os treinos de Dionathã agradaram. Restou a Arroyo o fim da fila.

O Grêmio volta a campo nesta quarta-feira, diante do São Paulo, pela 35ª rodada do Brasileirão. O jogo em Porto Alegre será o último dos titulares antes da primeira partida da final da Libertadores, pois no domingo uma formação reserva visita o Santos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos