Possível renovação de Moreno na China obriga Cruzeiro a acelerar negociação

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Aizar Raldes/AFP

    Boliviano é o sonho da nova diretoria para virar o camisa 9 do Cruzeiro em 2018

    Boliviano é o sonho da nova diretoria para virar o camisa 9 do Cruzeiro em 2018

Nome predileto do Cruzeiro para 2018, Marcelo Moreno pode renovar o contrato com o Wuhan Zall, da China, de acordo com comunicado enviado por seu agente, Fabiano Farah, à imprensa. Ciente da possibilidade de perder o atleta, a diretoria pretende enviar uma proposta ao estafe do atacante nos próximos dias.

O vínculo do boliviano com os chineses se encerra em 31 de dezembro de 2018. Contudo, é possível que ele seja estendido por mais tempo, conforme revelado pelo representante do jogador.

"O Marcelo segue desempenhando um futebol de alto nível, fruto de uma dedicação individual dele que é algo de impressionar. Ele se cuida muito e está muito bem adaptado à cultura da China. A cada ano tem melhorado seus índices e fez por merecer encerrar a atual temporada na artilharia. Quanto ao futuro dele, eu sou a pessoa mais indicada a falar. Ele tem mais um ano de contrato com o Wuhan Zall, mas há a possibilidade de isso se estender. Há alguns dias, os dirigentes me ligaram e me fizeram um relato sensacional, dizendo o quanto estão gratos pelo que o Marcelo tem feito pelo clube. Por isso, já me passaram uma proposta para renovação de seu contrato", disse Farah por meio de comunicado à imprensa.

"Estou estudando essa possibilidade, que é concreta, juntamente com o atleta. Isso é tudo que temos de palpável no momento. O que posso dizer é que vejo o Marcelo muito feliz com tudo que está construindo na China. Ele é querido por lá e realmente é visto como uma peça fundamental para o futuro de seu clube. Temos um tempo bom para analisar com calma uma extensão de vínculo, até porque o contrato atual vai até o fim do ano que vem", acrescentou.

A intenção da Raposa é manifestar o desejo ao empresário do jogador após uma reunião entre o presidente Wagner Pires de Sá, o antecessor Gilvan de Pinho Tavares e o vice de futebol Itair Machado. No encontro marcado para esta terça-feira (14), eles definirão o orçamento do clube para o ano que se aproxima e qual será o valor apresentado a Marcelo Moreno.

A intenção da cúpula é pagar R$ 600 mil mensais ao centroavante que ostenta o rótulo de maior artilheiro estrangeiro da história do clube, com 45 gols em 93 partidas. A oferta dos chineses para manter o jogador boliviano é o que culminou na aceleração da oferta. Os mineiros pretendem se acertar com um homem-gol até o início de 2018 e veem Moreno como a melhor opção, mas temem que a nova oferta dos chineses seja irrecusável.

Presente em 29 partidas do Wuhan Zall na League One, a segunda divisão do futebol chinês, Moreno marcou 23 gols e deu oito assistências. Ele foi o artilheiro da competição ao lado do colombiano Harold Preciado, do Shenzhen FC.

Como o time do centroavante não conseguiu o acesso à Superliga Chinesa, o Cruzeiro aposta em dois aspectos para repatriar o jogador: a identificação com a torcida e a possibilidade de disputar mais uma edição de Copa Libertadores da América.

Em termos de vencimentos, Itair Machado e sua equipe sabem que será difícil competir com os asiáticos. Marcelo Moreno recebe R$ 2 milhões mensais, livres de impostos, para defender as cores do Wuhan Zall, sendo este um dos maiores salários de futebolistas no país.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos