Federação italiana quer técnico do Chelsea na seleção, diz jornal

do UOL, em São Paulo

  • Craig Brough/Reuters

    O técnico Antonio Conte, do Chelsea, admitiu sentir saudade da Itália

    O técnico Antonio Conte, do Chelsea, admitiu sentir saudade da Itália

A Federação Italiana de Futebol (FIGC) quer o treinador Antonio Conte, atualmente no Chelsea, para comandar a seleção do país, de acordo com o jornal inglês "Daily Mail". Após a demissão de Gian Piero Ventura, devido à não classificação à Copa de 2018 na repescagem contra a Suécia, o técnico dos londrinos é o favorito para assumir a azzurra.

O tabloide diz, neste domingo (19), que o interesse por Conte foi manifestado pelo presidente da FIGC, Carlo Tavecchio. Segundo o "Daily Mail", o cartola ainda teria afirmado que avalia outros nomes, como o de Carlo Ancelotti (atualmente sem clube), Massimiliano Allegri (Juventus), Claudio Ranieri (Nantes) e Roberto Mancini (Zenit).

Pesa a favor de Conte o fato de que ele já comandou a seleção italiana entre 2014 e meados de 2016, após o final da Eurocopa —o time terminou o torneio na quinta posição. À época, ele deixou o cargo alegando estar insatisfeito com a falta de uma rotina diária no comando da equipe nacional.

O "Daily Mail" também afirma que o treinador do Chelsea passou a última temporada longe de sua família, que permaneceu na Itália, e sente saudades do país. O técnico, entretanto, renovou recentemente com o time de Londres até 2021, em um contrato que gira em torno de R$ 40 milhões.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos