Brasileiros pelo mundo: Paulinho e Richarlison põem torcedores aos seus pés

Do UOL, em São Paulo

Se o fim de semana não foi dos mais inspirados para Neymar, Ganso e Gabigol, o mesmo não pode ser dito sobre Paulinho, Richarlison, Luiz Adriano e Raffael. Sem falar em Gabriel Jesus, que teve seus gols "fáceis" explicados pela imprensa britânica.

FORAM BEM

O gol "fácil" de Gabriel Jesus

Andrew Couldridge

De fato, ele marcou com relativa tranquilidade. Aos 45 minutos do primeiro tempo da vitória por 2 a 0 sobre o Leicester, Gabriel Jesus recebeu um passe rasteiro e açucarado de David Silva e só teve que empurrar para o gol.

Para o Manchester Evening News, porém, o atacante ex-Palmeiras faz estes "gols fáceis" com frequência justamente porque tem uma "leitura de jogo excepcional para um jogador tão jovem". Ou seja, ele só faz parecer fácil.

Paulinho, a torcida pede perdão

"Perdoe-nos, Paulinho. Nós não te merecemos", escreveram diversos torcedores do Barcelona nas redes sociais, com pequenas variações entre uma frase e outra. Mesmo não sendo titular absoluto, ele voltou a se destacar neste sábado (18).

É bem verdade que Suárez já tinha estabelecido uma grande vantagem para o Barça sobre o Leganés, com dois gols, mas Paulinho fechou a conta no último minuto do jogo e foi amplamente elogiado por torcida e imprensa catalã. Ele agora tem o mesmo número de gols que o badalado trio de ataque do Real Madrid na Liga Espanhola: CR7, Bale e Benzema.

Richarlison na seleção?

Clive Rose/Getty Images

Você pode até achar precipitado, mas já tem quem queira, viu. O ex-Fluminense continua fazendo bonito no Campeonato Inglês e foi decisivo na vitória do Watford por 2 a 0 sobre o West Ham, neste domingo (19), ao fazer um gol e dar assistência para outro. O desempenho fez torcedores ingleses e brasileiros se unirem no Twitter com a mesma motivação: pedir uma chance ao atacante na seleção brasileira do técnico Tite

Luiz Adriano em dobro

Na goleada por 4 a 1 sobre o Krasnodar, o Spartak Moscou contou com dois gols de Luiz Adriano, que ainda deu assistência para Zé Luís – não, este não é brasileiro: o rapaz nasceu no Cabo Verde, mas o nome engana mesmo.

Coutinho marcou. O que há de novo nisso?

Reuters

Ele foi substituído e aplaudido pela torcida dos Reds logo depois de fazer o terceiro gol do Liverpool na vitória por 3 a 0 sobre o Southampton, em Anfield Road. Só isso já é suficiente para complementar a moral do meia, que ainda é um desejo do Barcelona.

O gol em si não foi particularmente emocionante, mas a curiosidade é que Coutinho correu para pegar o rebote justamente do brasileiro Firmino, que fez um giro interessante antes de chutar.

Raffael dá a vitória ao seu time

O Borussia Monchengladbach só venceu o Hertha Berlin neste sábado, em Berlim, graças aos dois gols do brasileiro Raffael - e um deles foi golaço. Apesar de ser muito conhecido na Alemanha, o jogador não possui a mesma fama entre os torcedores brasileiros que não acompanham o Campeonato Alemão, já que ele está por lá desde 2008. Deixou o Brasil em 2003, quando trocou o Juventus da Mooca pelo Chiasso, da Suíça.

MAIS OU MENOS

Neymar parecia tímido

É difícil dizer que Neymar foi mal nesse jogo só porque passou em branco, já que o PSG goleou o Nantes por 4 a 1, mas é certo que a torcida parisiense esperava mais do brasileiro neste sábado, quando completou 100 dias no clube.

Mas nem tudo foi desanimador para o craque: após a partida, Cavani afirmou à imprensa que Neymar é, sim, o cobrador oficial de pênaltis do PSG. Mas o uruguaio foi um pouco seco e chegou a dizer que não precisa ser amigo do brasileiro.

Ganso no banco

Rex Shutterstock/Zumapress

O Sevilla não precisou dele para vencer o Celta de Vigo por 2 a 1, de virada, mas a torcida sentiu muita falta do brasileiro. Na internet, houve quem mandasse o recado "no Ganso, no party" ("sem Ganso, sem festa") para o técnico Eduardo Berizzo.

Gabigol também

Luca Bruno/AP

E o Benfica também não sentiu falta dele na vitória por 2 a 0 sobre o Setubal, em casa. A diferença é que nenhum torcedor pareceu se incomodar muito com a ausência do ex-atacante do Santos, que ficou no banco durante os 90 minutos e já começa a ser sondado por clubes do Brasil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos