Ceará na elite e Ceni no Fortaleza colocam CE em clima de 'oba-oba'

Marcello De Vico

Do UOL, em Santos (SP)

  • Marcel Rizzo/UOL Esporte

    Chegada de Ceni ao Fortaleza deixou futebol cearense ainda mais em evidência

    Chegada de Ceni ao Fortaleza deixou futebol cearense ainda mais em evidência

O clima é de festa no Ceará. Há tempos que os dois principais clubes do Estado não tinham conquistas tão expressivas e estavam tão em evidência no cenário nacional. E não só pelos acessos. A chegada de Rogério Ceni para técnico deixou o Fortaleza com uma visibilidade 'nunca antes vista' na história do futebol cearense, segundo palavras do próprio presidente.

E não é por menos. Campeão de tudo que disputou com a camisa do São Paulo e maior goleiro artilheiro do mundo, Rogério Ceni pode ser apontado como uma das contratações de maior impacto da história do Fortaleza. Muito bem recepcionado na capital cearense, o goleiro já é febre entre os torcedores e alvo de várias estratégias de marketing do clube tricolor.

Porém, antes mesmo da chegada de Ceni, o torcedor do Fortaleza já era só alegria. Depois de oito (duros) anos seguidos na Série C do Campeonato Brasileiro, o time finalmente conseguiu o tão sonhado acesso para retornar para a segunda divisão. Fora isso, voltou a disputar uma final nacional depois de 15 anos – a última vez havia sido em 2002, contra o Criciúma, na Série B.

"É um momento muito bom para o nosso futebol. Os dois melhores times subiram de divisão: o Fortaleza, no cenário nacional, com muita visibilidade, talvez com uma visibilidade nunca antes na história do futebol cearense com a vinda do Rogério Ceni, então tudo isso faz com que nosso futebol fique mais em evidência, fique mais visto, com o torcendo enchendo o estádio, seja do Fortaleza, seja do Ceará, então a gente olha para 2018 com esperança de que vai ser um ano muito bom para o futebol cearense", diz Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, ao UOL Esporte.

Seu maior rival, o Ceará, viveu situação bastante semelhante, mas uma série acima. Foram seis anos na segunda divisão até a promoção para a Série A, confirmada no último sábado (18) ainda antes de entrar em campo para encarar o Criciúma. O acesso levou uma multidão às ruas de Fortaleza no desembarque da equipe, que se despede da Série B no próximo sábado (25), em jogo contra o rebaixado ABC que deve contar com o Castelão lotado de torcedores e muita festa.

Christian Alekson/cearasc.com
Elenco, comissão e diretoria do Ceará comemoram acesso para a Série A do Brasileiro

"O futebol cearense sempre foi de muita rivalidade entre os dois clubes, e o acesso tanto do Fortaleza como do Ceará realmente deixou uma áurea muito grande na cidade", disse o vice-presidente do Ceará, Raimundo Pinheiro, em entrevista ao UOL Esporte. "Nós conseguimos a proeza de zerar as dívidas trabalhistas do clube e agora, com certeza, a gente vai repaginar esse clube e fazer um projeto para a permanência na Série A por muito tempo", acrescentou.

Torcidas de Ceará e Fortaleza dão show no Brasileiro

Pode-se afirmar que as torcidas de Ceará e Fortaleza foram peças-chave nos acessos conquistados pelas duas equipes. Enquanto o time tricolor terminou a Série C 2017 como dono da melhor média de público, com 18.175 pagantes por partida, a equipe alvinegra só fica atrás do Internacional na Série B 2017 e tem a segunda melhor média de público – 18.586 pagantes por jogo. Tal número, porém certamente crescerá – e muito – com o jogo de sábado, já que a expectativa da diretoria é de Castelão lotado para o último compromisso da temporada.

"Sábado temos o último jogo da Série B e já se prenuncia lotação máximo, ingressos esgotados: 57 mil espectadores é a nossa previsão. A média vai explodir com esse jogo", finaliza Raimundo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos