Por Copa, Pastore cogita deixar PSG e pode virar companheiro de Ganso

Do UOL, em São Paulo

  • FRANCK FIFE/AFP

    Pastore (ao centro) ao lado de Di Maria e Neymar

    Pastore (ao centro) ao lado de Di Maria e Neymar

Com a chegada dos novos reforços ao Paris Saint-Germain, Javier Pastore acabou perdendo espaço. Com isso, o atleta acaba saindo do radar de Jorge Sampaoli e as chances de Copa do Mundo tem diminuído. Por esse motivo, o jogador cogita deixar o clube e tem o Sevilla como um dos principais destinos.

"É bom estar numa partida. É normal, que antes de uma Copa do Mundo, um jogador precise atuar para o treinador ver. E tudo depende dos minutos que tenho aqui. Vamos ver o que acontece no mercado", falou Pastore.

Além do Sevilla de Paulo Henrique Ganso, outros destinos prováveis são a Internazionale de Milão e a Roma, ambos da Itália.

"Adoro a Itália e seu campeonato. Conheço o diretor esportivo da Inter (Walter Sabatini), ele me levou para o Palermo e é um grande amigo. Temos um excelente relacionamento", falou o atacante.

A chance de voltar a atuar no PSG não aparece nem mesmo na ausência de Neymar. Suspenso diante do Nice – foi expulso no jogo passado contra o Olympique de Marselha, o brasileiro teve outro argentino como substituto: Ángel Di Maria.

O sumiço de Pastore ainda foi impulsionado com a chegada do francês Kylian Mbappe pouco depois de Neymar. Sem os dois na estreia do Campeonato Francês, a vitória de 2 a 0 diante do Armiens, no Parque dos Príncipes, o argentino foi titular.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos