Douglas pode integrar 'barca' com Gabigol e ser devolvido ao Barça

Marcus Alves

Colaboração para o UOL, em Lisboa (Portugal)

  • Facebook Benfica

A 'barca' que o Benfica prepara para o fim do ano não deve ficar restrita apenas a Gabigol: existe a chance de Douglas também fazer parte dela.

Presidente clube, Luís Filipe Vieira já confirmou, em entrevista recente, que o elenco comandado por Rui Vitória deverá sofrer baixas em janeiro. Longe de convencer, o lateral direito de 27 anos corre risco de ser devolvido ao Barcelona. A possibilidade é estudada pela cúpula do Benfica e uma cláusula em seu contrato de empréstimo, inclusive, prevê o seu retorno ao Camp Nou antes do fim da atual temporada.

Para isso, conforme apurado pelo UOL Esporte, o ex-são-paulino teria de falhar em uma das exigências do acordo, que prevê que ele tenha de atuar em pelo menos metade dos jogos dos Encarnados até o fim de dezembro. Caso contrário, qualquer uma das partes pode romper unilateralmente.

A hipótese foi confirmada à reportagem pelo próprio estafe do brasileiro.

No último sábado (18), na vitória de 2 a 0 sobre o Vitória de Setúbal, pela Taça de Portugal, Douglas foi titular e completou a sua quarta partida em Lisboa. Para atingir a meta combinada entre os times, ele precisará entrar em campo em sete dos oitos compromissos que o Benfica possui até o fim de dezembro e, assim, chegar a 11 participações em 22 possíveis.

A julgar pelo seu retrospecto até agora, uma tarefa difícil, especialmente, pela predileção do técnico Rui Vitória pelo polivalente André Almeida, que, embora também não agrade à torcida, conta com mais minutos – 1.317 contra 360 de Douglas, que nem sequer estreou pela Liga Portuguesa.

Existe ainda outro fator a ser considerado: o presidente Luís Filipe Vieira teve de ser convencido por Vitória sobre a necessidade da vinda de Douglas após a venda de Nélson Semedo ao Barcelona. Agora, caso o atleta emprestado pelos espanhóis complete a marca de 11 jogos até a virada do ano, será obrigado também a desembolsar 1,8 milhão de euros (R$ 6,9 milhões) por 50% de seus direitos econômicos, conforme previsto em contrato.

Os outros 50% estão estipulados em pouco mais de 2,5 milhões de euros (R$ R$ 9,5 milhões), porém trata-se apenas de uma preferência de compra que pode ser exercida ou não ao fim do empréstimo.

Se escutar as arquibancadas, Vieira talvez não precise chegar tão longe. O UOL Esporte esteve no Estádio da Luz, no fim de semana passado, para acompanhar a classificação na Taça de Portugal diante do Setúbal e viu a torcida se impacientar com Douglas. Em um lance aos 27 minutos do primeiro tempo, o lateral se precipitou na faixa do meio-campo e saltou para dividir bola com o próprio companheiro Rafa Silva. A reação foi instantânea: as primeiras vaias naquele dia.

Ao fim do jogo, em contato com os jornalistas, o técnico Rui Vitória preferiu não se alongar sobre o brasileiro. Em outras ocasiões, como na entrevista pré-jogo, deixou claro como vê a briga na lateral direita. "O André (Almeida) marca qualquer jogador com muita eficácia. Depende do que queremos de cada um. O Douglas tem uma grande pujança ofensiva. Ambos trabalham bem", disse.

A contratação do atleta revelado pelo Goiás foi feita após o garoto Pedro Pereira não corresponder às expectativas na pré-temporada. O negócio foi selado no último dia da janela de transferências europeia, em 31 de agosto, porém, Douglas se apresentou longe da forma física ideal e penou contra a balança em suas primeiras semanas.

Ele demorou mais de um mês para, enfim, estrear: a chance veio somente em 14 de outubro, contra o Olhanense, pela Taça de Portugal.

O camisa 8 ainda aproveitou suspensão do concorrente André Almeida e foi titular por duas vezes contra o Manchester United, ambas pela fase de grupos da Liga dos Campeões. Não comprometeu no primeiro jogo, na Luz, mas, no segundo, em Old Trafford, teve uma noite para esquecer, fez pênalti, levou um baile de Rashford e ainda virou motivo de piada ao tentar afastar uma bola da defesa e 'chutar' o vácuo.

Com a carreira comandada pela TFM (ex-Traffic), Douglas tem o futebol italiano como possível destino em caso de saída do Benfica no fim do ano. Ele quase foi parar no país antes de assinar com o Benfica.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos