Ex-corintiano Felipe se incomoda com apelido que recebeu dos adversários

Marcus Alves

Colaboração para o UOL, de Lisboa (Portugal)

  • PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP

Na liderança do Campeonato Português, ainda invicto no campeonato e candidato forte a ser o único representante do país a avançar na Liga dos Campeões, o Porto sobra na atual temporada. A excelente fase não tem significado, no entanto, maior tranquilidade para o ex-corintiano Felipe no comando de sua retaguarda.

Se em sua passagem pelo Parque São Jorge o defensor acabou batizado de 'Sergio Ramos de Itaquera' por causa de suas atuações, hoje ele carrega uma fama indesejada no futebol português, conseguiu a proeza de unir os rivais Benfica e Sporting nas críticas e passou a ser chamado pelos clubes de 'Felipe Vale Tudo', em referência a uma suposta violência dentro de campo.

A guerra é aberta e passa longe de se restringir aos bastidores.

O zagueiro de 28 anos, que chegou a manter conversas com o Real Madrid no primeiro semestre e esteve no radar da seleção para a Copa do Mundo de 2018, é motivo de controvérsia pública entre as partes.

No fim de outubro, o Porto bateu o Boavista por 3 a 0, fora de casa, e o perfil do Benfica no Twitter voltado para a imprensa disparou contra entrada forte do brasileiro. "Felipe 'Vale Tudo' volta a atacar. Sucedem-se as agressões e a impunidade", escreveu. Na rodada seguinte, em vitória de 2 a 0 sobre os Belenenses, ressaltaram a não-marcação de dois pênaltis que o beque teria cometido. "Mais dois lances claros de pênalti. A impunidade de Felipe 'Vale Tudo' não pode continuar", sentenciou.

Nesta última ocasião, tiveram o apoio do Sporting, que compartilhou a crítica. "Agora já percebi como é que o Porto se quer afirmar como bastião contra o centralismo de Lisboa. Bastou ver a forma como Felipe andou a distribuir fruta à boa maneira de Pizzi, Eliseu e Samaris!", afirmou o diretor de comunicação sportinguista, Nuno Saraiva, em sua página no Facebook.

A princípio, por terem sido feitos por meio de suas assessorias, os ataques podem provocar estranheza, porém, diferentemente do que ocorre no Brasil, o departamento de comunicação funciona em Portugal como mais do que um porta-voz e às vezes tem mais poder que o próprio setor de futebol.

Não surpreende, portanto, que o caso tenha ganhado até mesmo a capa dos jornais locais.

Poderia ser uma ameaça ao futuro de Felipe, que, conforme apurou o UOL Esporte, admitiu a pessoas mais próximas ter estado perto do Santiago Bernabéu. Outra preocupação seria a seleção, mas o coordenador Edu Gaspar refutou qualquer impacto nesse sentido e deixou claro que se baseia apenas nas informações colhidas pelos colaboradores da CBF.

O assunto incomoda Felipe, que respondeu por meio também das redes sociais em mais de uma oportunidade.

"Todos são rápidos para julgar e opinar sobre a vida dos outros, mas são cegos e mudos para a vida própria", publicou em seu perfil no Instagram, sendo acompanhado pelo próprio Porto, que destacou o seu retrospecto pelo clube em outra postagem: 61 jogos e nenhum cartão vermelho. Em um ano e meio com os Dragões, foram 15 amarelos, no total.

O diretor de comunicação do Porto também saiu em sua defesa. "O Benfica lançou uma campanha contra o Felipe, para tentar tirá-lo do jogo de 1 de dezembro. Estão a lançar que é violento. Mas eis os números do Felipe no Porto: disputou 61 jogos e nunca foi expulso. Na Liga dos Campeões, em jogos muito competitivos, muito exigentes para os defensores: 14 jogos, zero cartões vermelhos e dois amarelos. Mas não se pense que isto acontece apenas no Porto. No Corinthians: 115 jogos, expulso apenas por uma vez, por acumulação de amarelos. Nunca viu um cartão vermelho direto. É preciso ter cuidado com estas campanhas orquestradas pelo Benfica. O Felipe é um excelente profissional, joga com agressividade, algo típico dos centrais e não é maldoso. Não é violento", analisou.

No meio de toda discussão, o ex-corintiano, que marcou no empate do Porto por 1 a 1 contra o Besiktas pela Liga dos Campeões, tenta se afastar do bate-boca e prega concentração para seguir com a excelente campanha na temporada. Não está descartada a sua saída ao fim dela.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos