Ex-cartola do Cruzeiro acusa Itair Machado de ameaçá-lo de morte

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Cruzeiro

    Bruno Vicintin, ex-vice de futebol do Cruzeiro, acusa de dirigente de ameacá-lo

    Bruno Vicintin, ex-vice de futebol do Cruzeiro, acusa de dirigente de ameacá-lo

Bruno Vicintin, vice-presidente de futebol do Cruzeiro durante a temporada, acusou Itair Machado de ameacá-lo de morte.

O empresário reuniu a imprensa em uma entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (22), em sua empresa, para realizar as acusações.

"Falei que faria um boletim de ocorrência quando chegasse a Belo Horizonte e cheguei ontem à noite. Tenho conversado muito pouco com o Gilvan e liguei hoje de manhã para saber o que estava acontecendo. O Serginho, do Alterosa Esporte, esteve na sala do Gilvan e disse que estão chateados comigo por matérias divulgadas no Blog do Paulinho", disse.

"Ele pediu ao Gilvan para interceder ou eles iriam declarar guerra e expor tudo sobre a gestão do Cruzeiro. O Gilvan disse que não estava falando comigo e não tinha que me dar recado. Eu não conheço o Paulinho, do Blog do Paulinho, nunca conversei com ele", acrescentou.

Segundo o antigo dirigente da Raposa, a ameaça de Itair foi por meio de José Francisco Lemos, um dos vices de Gilvan de Pinho Tavares, mandatário até 31 de dezembro deste ano.

"Tenho tentado nem dar entrevista, porque acho que o papel de ex-dirigente é se afastar de clube de futebol. Porém, aconteceu uma série de fatos que me deixaram chateados, chocados até. Pensei em tornar os fatos públicos, porém, fui aconselhado para não tornar. Porém as coisas estão chegando a uma situação complicada. Tudo começou no dia 13 de novembro, fui convocado pelo senhor Gustavo Gatti (conselheiro do Cruzeiro), em uma reunião na sede administrativa, onde seria discutido a chapa para a formação do conselho, a princípio não queria ter ido", declarou.

"Insistiram muito que eu fosse, achavam que eu tinha obrigação moral. Chegando lá, para encurtar a história, não lembro mal por qual motivo, o senhor José Francisco lemos ligou para Itair Machado, que atendeu e disse as seguintes palavras no telefone: doutor Lemos, eu odeio o Bruno Vicintin e queria que desse recado ao mesmo. Que caso ele não pare de falar comigo, eu vou matar ele", completou.

Ronaldo Granata, vice da chapa de Wagner Pires de Sá, também teria recebido intimidações do novo dirigente celeste.

Após a publicação da matéria, Itair Machado enviou uma mensagem telefônica e informou ao UOL Esporte que publicará uma nota oficial para se pronunciar sobre o caso: "Vou soltar uma nota oficial".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos