Neymar revê perseguidor em duelo contra sua vítima predileta na Liga

João Henrique Marques

Colaboração para o UOL, em Paris

  • Andrew Milligan/AP

A cada escapada de Neymar pela ponta esquerda do ataque do Paris Saint-Germain, lá estará Mikael Lustig. O lateral direito sueco do Celtic é quem tira o brasileiro do sério com a marcação dura e declarações críticas. O novo embate será nesta quarta-feira (22), às 17h45min (de Brasília), no Parque dos Príncipes, em Paris, pela fase de grupos da Liga dos Campeões.

No jogo de ida, em Glasgow, na Escócia, em setembro, Mikael Lustig irritou Neymar com sucessivas faltas e reclamações ao pé do ouvido. O PSG venceu o adversário pelo placar de 5 a 0, mas a "cutucada" no brasileiro seguiu nos vestiários.

"É impressionante o Neymar. Aconteceu o de sempre. É um jogador incrível, mas segue fazendo essas coisas de se jogar. Faz parte de seu jogo tentar tirar o defensor do sério. Mas eu darei um conselho. Se ele quiser chegar ao nível de Messi deve parar de fazer tanto teatro. É um ator em campo", disse Mikael Lustig.

David Ramos/Getty Images
Duelo entre Neymar e Lustig vem desde a estreia do brasileiro na Champions, em 2013

A rivalidade entre Neymar e Lustig é antiga. Na vitória por 2 a 0 do Barcelona sobre o Celtic, em Glasgow, na Liga dos Campeões passada, os dois jogadores trocaram empurrões em campo. O brasileiro chegou a atacar o sueco sem a bola, e a tensão do combate fez o treinador do Barcelona, Luis Enrique, substituir Neymar do confronto.

"Parece ser um jogador que atua com a função de tirar o outro do sério", se referiu Luis Enrique ao sueco Lustig, ao explicar a alteração de Neymar por Arda Turan.

A vítima predileta

Mesmo com a marcação pesada da equipe escocesa, Neymar tem o Celtic como o principal freguês da carreira em Liga dos Campeões. Foram 5 gols marcados, nos 5 jogos disputados. Todos vencidos pela equipe de Neymar – quatro pelo Barcelona e um pelo PSG.

Foi contra a equipe escocesa na temporada 2013/2014, a de estreia de Neymar na Liga dos Campeões, que o brasileiro marcou o seu único hat-trick (expressão usada para o jogador que alcança três gols na mesma partida) até aqui.

No total, o brasileiro ainda contribuiu com sete assistências. Na goleada de 5 a 0 do PSG, ele fez um gol e deu passe para um dos dois gols de Cavani. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos