Valverde diz que opção por deixar Messi no banco foi "interna"

Do UOL, em São Paulo

  • JOSEP LAGO / FP

Em entrevista coletiva após o empate por 0 a 0 contra a Juventus, pela Liga dos Campeões, o técnico Ernesto Valverde explicou os motivos para deixar Lionel Messi apenas no banco de reserva durante a partida. 

O treinador classificou a decisão como "complicada" e disse que a decisão foi interna. "Messi tem muitas partidas acumuladas e, como todos, tem muito desgaste. Ele sente uma grande responsabilidade com o clube e com a equipe, teria que descansar alguma vez. Existem jogadores que têm muitos minutos, assim como Jordi Alba. Pensávamos que a partida iria ser bem fechada no início e que depois ela ficaria mais aberta, então pensamos que ele poderia jogar bem no segundo tempo. São decisões internas, do treinador", disse.

Sobre a partida, Valverde disse que a intenção era a de somar pontos e elogiou a atuação do time. "Viemos com a intenção de somar e jogamos com personalidade, porque é um adversário que aperta muito e cria muitas chances para marcar. Em muitos momentos nós dominamos e pensamos que, em algum momento, poderíamos resolver. Não foi assim nos últimos minutos, eles vieram com tudo e criaram a chance com Dybala. Nós tentamos durante os 90 minutos", explicou.

Apesar do empate, o treinador disse que está muito feliz e até surpreso com a situação do Barcelona na Liga dos Campeões. "O sentimento é ótimo e estamos muito felizes. Eu nunca imaginava ser o primeiro do grupo", finalizou

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos