Maradona pede prisão de própria filha em briga judicial com a ex-mulher

Do UOL, em São Paulo

  • AFP

    O ex-jogador argentino Diego Maradona

    O ex-jogador argentino Diego Maradona

Diego Maradona, por meio de seus advogados, vai pedir a prisão da filha, Gianinna, por conta de uma briga judicial que trava com sua ex-mulher, Claudia Villafañe.

O ídolo máximo do futebol argentino acusa a filha de esconder o dinheiro que ele alega ter sido roubado por Claudia no período em que estiveram casados - cerca de 3,8 milhões de euros (R$ 14,6 milhões na cotação do dia). Gianinna teria feito movimentações bancárias no Uruguai para despistar sobre a origem dos valores.

"No Uruguai, nos disseram que fecharam e abriram uma conta. Vamos pedir a prisão preventiva [da filha]. A Claudia entrou no esquema, e resta saber de onde saíram os bens que foram ocultados", afirmou o advogado de Maradona, Matias Morla, à imprensa argentina nesta sexta-feira. "O que vai fazer um pai nessas horas? Pedir para que a filha não seja presa? Quem determina isso é o juiz", completou.

Em seu perfil no Twitter, Gianinna se defendeu das suspeitas levantadas pelos advogados do pai. 

"Sabem onde moro, podem vir quando quiserem. Perdoei coisas piores, e hoje também decidi perdoá-lo. Só posso dedicar todo o meu amor porque graças a ele sou quem sou", disse a filha de Maradona, que já foi casa com o atacante Sergio Aguero, do Manchester City e da seleção argentina.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos