Santos quer vender, mas Inter se movimenta para ter Damião por custo menor

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

    Leandro Damião é valorizado para venda no Santos. Mas o Inter pensa diferente

    Leandro Damião é valorizado para venda no Santos. Mas o Inter pensa diferente

O Internacional quer manter Leandro Damião. Considerado 'pilar do acesso' do time gaúcho à Série A, o centroavante de 28 anos tem vínculo vencendo no meio do ano que vem e a estratégia vermelha para contratá-lo em definitivo já começou.

Em contato com a direção do Santos, o Inter ouviu que o time paulista pretende vender o jogador. Quer recuperar ao menos parte do investimento de R$ 51 milhões na sua contratação, em 2014, mas está ciente que a reposição será mínima.

Independentemente da pretensão santista e da prioridade de compra que o Colorado tem, a ideia é oferecer um valor bem menor pelo empréstimo de Damião por seis meses além do período já acordado. Desta forma, a ligação seria esticada até dezembro de 2018, quando também se encerra o vínculo com o Peixe e o atacante está apto a se transferir sem movimentação financeira.

Caso rejeite a oferta do Inter, que ainda não foi apresentada oficialmente, o Santos corre o risco de ver o jogador assinar um pré-contrato no meio do ano e sair com prejuízo que supera os R$ 40 milhões - a compra foi em parceria com o fundo de investimentos Doyen Sports, que detém percentual sobre o centroavante.

Sob a ótica do Internacional, não há qualquer possibilidade de envolver William Pottker em qualquer acordo por Damião. O ex-jogador da Ponte Preta tem mais três anos de vínculo com Inter e Damião só mais um com Santos, sendo que metade dele emprestado ao Colorado. Na visão dos gaúchos, a disparidade torna a operação impraticável.

Corinthians é terceiro interessado

Enquanto Inter e Santos conversam sobre Damião, o Corinthians surge como terceiro interessado. O camisa 22 do Inter não é, no entanto, o primeiro na lista de reforços para o setor no ano que vem. A meta corintiana é ter Júnior Dutra, do Avaí, e há uma negociação avançada para isso. Caso não consiga, Damião passa a ser alternativa.

Uma eventual investida do Corinthians poderia inflacionar o negócio e forçar o Inter a aumentar o valor para garantir o jogador. De toda forma, o Timão tem possibilidade pequena de intervir na negociação do Inter, mesmo sendo antigo apreciador do atacante. 

Temporada de resgate 'em casa'

Leandro Damião, como mostra o mercado da bola, renasceu. Depois de não conseguir jogar regularmente no Santos ou mesmo no Bétis, da Espanha, e ser alternativa a Paolo Guerrero no Flamengo, o jogador virou titular absoluto no Inter. O clube que o lançou para o futebol abraçou o jogador, que rendeu o esperado e virou peça fundamental no acesso para Série A.

Foram 17 jogos e oito gols, com 1.378 minutos em campo e um gol a cada 81 minutos jogados. Os números mostram que ele precisou de menos de uma partida para cada bola na rede, acertando 34 de 51 finalizações, colocando no gol 54% das vezes que tentou. Para o capitão colorado, D'Alessandro, Damião é o 'jogador mais importante do sistema do Inter' atualmente. E os números do time referendam isso. Com ele em campo, o aproveitamento do Inter foi 75%. Sem ele, 50%. 

A ausência de Damião foi um problema crônico no 2017 do Inter. E para suprir eventuais saídas por lesão e cartão, Roger, que disputou o Brasileiro pelo Botafogo, foi contratado. No sábado, o Inter revive o problema sem contar com seu comandante de ataque. Suspenso da partida contra o Guarani, Damião será substituído por Nico López. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos