Eurico é desafiado por advogado desafeto a comprovar pagamentos de sócios

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Bruno Braz/UOL

    Presidente Eurico Miranda foi desafiado por advogado que é seu desafeto

    Presidente Eurico Miranda foi desafiado por advogado que é seu desafeto

O advogado Alan Belaciano, ligado a oposição e criticado abertamente por Eurico Miranda em entrevista coletiva na última sexta-feira, propôs um desafio ao presidente do Vasco: analisar em conjunto com o dirigente os HD's com o banco de dados dos sócios do clube para verificar se há ou não fraude na associação dos 691 nomes separados para votarem na urna 7 da eleição cruzmaltina.

"(...) Se ele está tão tranquilo com a verdade, vamos fazer um acordo: Vamos analisar o HD juntos e comprovar a entrada dos sócios em 2015 e os seus respectivos pagamentos. Se é verdade, não há o que esconder. Tenho certeza que ele vai aceitar (...)", declarou em um trecho de seu texto em sua página pessoal no Facebook.

Na Justiça corre uma ação para periciar os HD's. Eles estão em juízo, mas ainda precisam de uma autorização para serem analisados. 

Belaciano foi além e pediu explicações a Eurico Miranda sobre a forma como estão sendo custeados os serviços do conceituado escritório de Sérgio Bermudes contratado para defendê-lo no caso. Bermudes, por exemplo, advoga para o empresário Eike Baptista nas investigações da Operação Lava-Jato:

"(...) Sabemos da competência e dos elevados valores cobrados pelo escritório contratado e gostaria que o Eurico Miranda explicasse aos vascaínos o valor dos honorários contratados e quem irá pagá-los. Fico com a impressão que, mais uma vez, o Vasco será preterido e lesado em favor dos interesses e prioridades pessoais do presidente, uma vez que o Vasco encontra-se com os salários atrasados (...)".

Na última sexta-feira, Eurico Miranda acusou Alan Belaciano de ter forjado os depoimentos dos sócios que foram à Delegacia de Repressão à Crimes de Informática (DRCI) apontar as supostas fraudes que teriam se envolvido para se associar ao Vasco.

"Forjaram depoimentos, isso está comprovado. Quem levou a isso foi o Alan Belaciano. Ele que levou as pessoas a fazerem o depoimento", declarou Eurico.

Entenda a polêmica da eleição do Vasco

A urna 7 da eleição do Vasco ficou sub-júdice com 691 sócios sob suspeitas de irregularidades. No dia do pleito, 475 votaram, sendo 90% deles em Eurico, o que ajudou o atual presidente a vencer no somatório total. Na Justiça, porém, a juíza Maria Cecília Pinto Gonçalves, da 52ª Vara Cívil, havia decidido por desconsiderar a urna polêmica, o que dava a vitória ao candidato de oposição Julio Brant, mas nesta semana, a desembargadora Marcia Ferreira Alvarenga concedeu um efeito suspensivo que voltou a dar validade aos sócios suspeitos.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos