Palmeiras alcança marca negativa e completa mil dias sem gols de falta

Diego Salgado e José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Ernesto Rodrigues/Folhapress

    Robinho (centro) comemora o último gol de falta anotado pelo Palmeiras...lá em 2015

    Robinho (centro) comemora o último gol de falta anotado pelo Palmeiras...lá em 2015

Em uma temporada de altos e baixos, e sem títulos apesar todo o investimento, o Palmeiras tem muita coisa a lamentar. Uma delas é o mau desempenho em um fundamento específico. Na última sexta, o clube alviverde completou mil dias sem anotar um gol de falta. Dos 12 times de maior expressão do país, o atual terceiro colocado na tabela da Série A é o único em jejum no ano.

O último atleta a aproveitar uma bola parada e chutar diretamente ao gol do adversário foi Robinho. O hoje meio-campista do Cruzeiro balançou as redes de falta no confronto diante do Capivariano, em 28 de fevereiro de 2015, pelo Campeonato Paulista. Desde então, seca completa dos jogadores palmeirenses neste fundamento.

Jean chegou a computar um gol "de falta" no Brasileirão do ano passado. O jogador aproveitou dois toques (um companheiro rolou e o outro parou a bola) e deixou a sua marca na vitória por 3 a 1 sobre o Santa Cruz, em 18 de junho. Ainda assim, há mais de um ano.

Nesta temporada, Michel Bastos também aproveitou a ajuda de um companheiro – no caso, o próprio Jean – para anotar outro gol originado de bola parada. O camisa 2 tirou a bola da barreira, enquanto o ex-lateral da seleção brasileira arrematou forte de canhota para vencer o goleiro da Ferroviária, em fevereiro, também pelo Paulista. Em cobrança direta, porém, o gol não saiu. 

O jejum palmeirense é potencializado ao ser comparado com os outros grandes clubes do futebol brasileiro. Todos os outros anotaram pelo menos um gol de falta cobrada diretamente para o gol adversário. No começo de março deste ano, um levantamento feito pelo UOL Esporte apontou que oito times enfrentavam uma seca de gols no fundamento. 

Naquela ocasião, Atlético-MG, Cruzeiro, Fluminense e Vasco já tinham feito gol de falta em 2017. Depois da publicação da reportagem, todas as equipes, com exceção do Palmeiras, conseguiram encerrar o jejum.

Flamengo e Grêmio contaram com o meia Diego e o lateral Edilson, respectivamente. Hernanes encerrou o jejum do São Paulo e o volante Maycon, o do Corinthians. O Santos, por sua vez, viu Victor Ferraz e Daniel Guedes marcarem dessa forma.

D'Alessandro balançou a rede para o Inter em cobrança de falta contra o Sampaio Corrêa na Copa do Brasil. No Botafogo, o lateral esquerdo Victor Luis, emprestado pelo Palmeiras, colocou fim à seca do Botafogo ainda no Campeonato Carioca.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos