Jogadores do Atlético-MG minimizam atrasos e mostram confiança na diretoria

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Pedro Souza/Clube Atlético Mineiro

    Presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno

    Presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno

Clube com uma das folhas salariais mais altas do Brasil, o Atlético-MG não está com o pagamento em dia. O Galo deve um mês de salários aos jogadores e mais mês de direitos de imagem. O atraso já foi confirmado pela diretoria atleticana, que promete colocar os pagamentos em dia o mais breve possível.

Algo em que os jogadores do Atlético acreditam. Nesta terça-feira, na Cidade do Galo, o lateral esquerdo Fábio Santos e o meia Valdívia falaram sobre o assunto e ambos demonstraram confiança na diretoria.

"Não falaram nada. Sabemos que fim de ano é sempre complicado. Se eles não pagarem até o fim do ano, vou falar com meus filhos para ligarem para o presidente, cobrando o presente de natal (risos). Mas acho que isso não será problema. Eles sempre cumpriram com o que prometeram desde o início da temporada, e até o fim do ano vão colocar os compromissos em dia", comentou Fábio Santos.

O tom do discurso foi mantido por Valdívia, que comentou sobre o que acontece no final do ano, quando vários clubes atrasam os vencimentos.

"Isso faz parte do futebol, ainda mais no fim do ano. Não é a primeira vez que atrasos acontecem, não é só aqui no Atlético, mas nos outros clubes também. A diretoria já está resolvendo", disse o camisa 20.

O pagamento no Atlético é feito em duas datas diferentes. Até o dia 7 de cada mês o clube paga o salário, que está na carteira de trabalho. Já os direitos de imagem são quitados a cada dia 20.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos