Topo

Futebol


Zé Roberto aposenta Brasil de 1998, mas 9 estrangeiros da Copa ainda jogam

Mark Thompson /Allsport
Zé Roberto, aos 23 anos, em ação contra a Dinamarca na Copa do Mundo de 1998 Imagem: Mark Thompson /Allsport

Thiago Rocha

Do UOL, em São Paulo

28/11/2017 04h00

Aos 43 anos, Zé Roberto disputou na noite desta segunda-feira, na vitória do Palmeiras por 2 a 0 sobre o Botafogo, a possível última partida de sua longeva e vitoriosa carreira. A decisão do lateral-esquerdo é marcante também por ser a aposentadoria do último jogador que integrou a seleção brasileira na Copa do Mundo de 1998, na França.

Convocado por Zagallo para o Mundial de 19 anos atrás, Zé Roberto, na época com 23, era na teoria o reserva de Roberto Carlos na lateral esquerda, mas entrava no decorrer das partidas como meio-campista. Cabeça de chave do Grupo A, o Brasil chegou até a final da Copa de 1998, mas perdeu por 3 a 0 para a França.

Mas engana-se quem pensa que Zé Roberto era o único remanescente daquele torneio que ainda estava na ativa. Entre os estrangeiros, nove jogadores que foram ao Mundial francês continuam jogando mundo afora.

Os mais famosos deles são o goleiro italiano Gianluigi Buffon, 39 anos, titular da Juventus, e o atacante camaronês Samuel Eto'o, 36 anos, atualmente no Antalyaspor, da Turquia.

Juntam-se a eles outros sete "imortais": três japoneses (o meia Ono, 38 anos, e os goleiros Kawaguchi, 42, e Narazaki, 41), um sul-coreano (o atacante Lee Dong-gook, 38), um jamaicano (o goleiro Ricketts, 40), um mexicano (o goleiro Óscar Perez, 44) e um saudita (o zagueiro Hussein Abdulghani, 40).

Arqueiro do Pachuca, do México, Pérez ainda participará no Mundial de Clubes da Fifa deste ano, em dezembro, nos Emirados Árabes.

Mais Futebol