Zé Roberto aposenta Brasil de 1998, mas 9 estrangeiros da Copa ainda jogam

Thiago Rocha

Do UOL, em São Paulo

  • Mark Thompson /Allsport

    Zé Roberto, aos 23 anos, em ação contra a Dinamarca na Copa do Mundo de 1998

    Zé Roberto, aos 23 anos, em ação contra a Dinamarca na Copa do Mundo de 1998

Aos 43 anos, Zé Roberto disputou na noite desta segunda-feira, na vitória do Palmeiras por 2 a 0 sobre o Botafogo, a possível última partida de sua longeva e vitoriosa carreira. A decisão do lateral-esquerdo é marcante também por ser a aposentadoria do último jogador que integrou a seleção brasileira na Copa do Mundo de 1998, na França.

Convocado por Zagallo para o Mundial de 19 anos atrás, Zé Roberto, na época com 23, era na teoria o reserva de Roberto Carlos na lateral esquerda, mas entrava no decorrer das partidas como meio-campista. Cabeça de chave do Grupo A, o Brasil chegou até a final da Copa de 1998, mas perdeu por 3 a 0 para a França.

Mas engana-se quem pensa que Zé Roberto era o único remanescente daquele torneio que ainda estava na ativa. Entre os estrangeiros, nove jogadores que foram ao Mundial francês continuam jogando mundo afora.

Os mais famosos deles são o goleiro italiano Gianluigi Buffon, 39 anos, titular da Juventus, e o atacante camaronês Samuel Eto'o, 36 anos, atualmente no Antalyaspor, da Turquia.

Juntam-se a eles outros sete "imortais": três japoneses (o meia Ono, 38 anos, e os goleiros Kawaguchi, 42, e Narazaki, 41), um sul-coreano (o atacante Lee Dong-gook, 38), um jamaicano (o goleiro Ricketts, 40), um mexicano (o goleiro Óscar Perez, 44) e um saudita (o zagueiro Hussein Abdulghani, 40).

Arqueiro do Pachuca, do México, Pérez ainda participará no Mundial de Clubes da Fifa deste ano, em dezembro, nos Emirados Árabes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos