Elenco do SP reconhece esforço, mas cobra diretoria por melhor planejamento

Bruno Grossi e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Rubens Chiri/saopaulofc.net

    Elenco do São Paulo mostra união por um 2018 melhor para o clube

    Elenco do São Paulo mostra união por um 2018 melhor para o clube

Mesmo com todos os percalços da temporada, o São Paulo formou um elenco com jogadores experientes e de personalidade forte. Lucas Pratto, Hernanes, Jucilei, Petros, Rodrigo Caio e até mesmo Lugano, que não entra em campo desde a saída de Rogério Ceni, em julho, têm voz ativa no Morumbi. Juntos, eles pedem um planejamento melhor da diretoria para 2018.

Desde que o Tricolor escapou do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, há dez dias, passaram a ser comuns alertas e pedidos para que o clube se organize com mais eficiência e tempo para o próximo ano. Até o técnico Dorival Júnior, de perfil mais discreto, passou a defender essa bandeira. Quem mais tem se exposto nesse cenário é Petros, em entrevistas e postagens em redes sociais. O volante pede com frequência que a diretoria mantenha Jucilei e Hernanes, que estão emprestados, por mais tempo no elenco.

Também com o foco em deixar a equipe ainda mais forte, há quem indique jogadores. O zagueiro Arboleda, por exemplo, apresentou a possibilidade de o clube trazer o atacante Romario Ibarra, com quem tinha atuado na Universidad Católica do Equador. O departamento de futebol, porém, não se empolgou muito com a chance de contratar o equatoriano.

Mas não é apenas em relação ao elenco que os jogadores já deram a sua opinião. No ápice da crise do time neste Campeonato Brasileiro, após o desentendimento entre Cueva e Rodrigo Caio em jogo contra a Ponte Preta, houve uma reunião entre atletas, comissão técnica e diretoria. Nela, os são-paulinos pediram mais privacidade nos vestiários e treinamentos. Para os jogadores, a exposição em um momento tão turbulento contribuía para tirar a concentração e aumentar o nervosismo do grupo.

Apesar dessas cobranças, endossadas pelos torcedores nas redes sociais, há também elogios à diretoria. Jogadores e comissão técnica, por exemplo, têm exaltado o diretor-executivo de futebol Vinicius Pinotti pela dedicação no dia a dia. Segundo eles, o dirigente trabalhou bem na gestão de pessoas, ajudou a blindar o elenco mesmo sendo um dos principais alvos da pressão da torcida e esteve sempre presente nas dificuldades. E até por essa confiança é que os atletas agora se sentam à vontade para cobrar um São Paulo mais preparado. Todos querem evitar um novo ano tão conturbado como foi 2017.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos