Jadson comemora retomada e torce por manutenção da base campeã para 2018

Dassler Marques e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Ale Cabral/AGIF

    Jadson marcou dois gols nos últimos três jogos do Corinthians na temporada

    Jadson marcou dois gols nos últimos três jogos do Corinthians na temporada

Peça fundamental na arrancada do Corinthians mesmo com a perda da vaga no time titular, o meia Jadson comentou nesta quarta-feira a queda de rendimento no segundo turno do Brasileirão. O camisa corintiano comemorou a retomada nos últimos jogos e ressaltou a importância da manutenção da base da equipe campeã brasileira.

"Estou feliz. Acho que para o Corinthians ser campeão num ano de muita desconfiança é um motivo de muito orgulho para mim. Todos estão de parabéns. Ninguém é robô, todo mundo na vida, em qualquer profissão,  passa por seus altos e baixos. Depois de um primeiro turno, cinco meses sem perder, caiu um pouco de produção. A equipe também no segundo turno deixou a desejar perto do que fez o primeiro", disse Jadson.

"Nos últimos três jogos consegui ter uma atuação boa e ajudar a equipe novamente. Pretendo continuar assim em 2018", completou o meio-campista, que fez gols na vitória por 3 a 1 sobre o Fluminense e no empate por 2 a 2 com o Atlético-MG em Itaquera.

Jadson ainda comentou as saídas do lateral esquerdo Guilherme Arana e do zagueiro Pablo. Nesse cenário, o jogador de 34 anos pediu a manutenção da base para a temporada seguinte.

"O Arana já foi. O Pablo ouvi dizer que também não vai acertar. Já são dois nomes que não vão ficar para 2018. Importante é o máximo de jogadores ficarem para a Libertadores e o Paulista para manter a base", afirmou.

O meia é dúvida para a última partida do Brasileirão, contra o Sport, em Recife. Segundo o próprio jogador, um incômodo nos tendões do tornozelo podem tirá-lo do duelo - Jadson nem foi a campo e fez um tratamento com gelo. A tendência é que o campeão brasileiro entre em campo com um time misto.

"É um jogo importante, maias para o Sport, que está lutando contra o rebaixamento, de vida ou morte. Temos de levar a sério e buscar os três pontos porque há outras equipes brigando. Não queremos complicar nenhum. Queremos um jogo justo", ressaltou o camisa 10 do Corinthians.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos