São Paulo recusa proposta de americanos e deve repatriar o volante Artur

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Divulgação

    Artur, formado em Cotia, disputa lance com Kaká na MLS

    Artur, formado em Cotia, disputa lance com Kaká na MLS

A ideia de emprestar jovens para gerar experiência e valorização pode render frutos ao São Paulo nesta temporada. O volante Artur, cedido até o fim deste ano ao Columbus Crew, dos Estados Unidos, recebeu proposta de compra da equipe americana, mas viu a diretoria do Tricolor recusar a investida. Segundo estafe do atleta, a decisão dos dirigentes foi baseada em pedido da comissão técnica. 

O Columbus ofereceu 1,5 milhão de dólares (cerca de R$ 4,8 milhões) para comprar 50% dos direitos de Artur. Os são-paulinos, que possuem 70% dos direitos do jogador de 21 anos, não aceitaram a proposta. Os valores foram publicados pelo Lance! e confirmados pelo UOL Esporte.

Sem Artur, suspenso, o Columbus faz nesta quarta-feira a segunda final da Conferência Oeste da Major League Soccer (MLS), o principal campeonato de futebol dos Estados Unidos. No primeiro confronto contra o Toronto FC, empate sem gols. Se avançar, o time do volante encara na final geral o vencedor do embate entre Seattle Sounders, que ganhou o jogo de ida por 2 a 0, e Houston Dynamo.

O estafe de Artur trabalha com a programação de que o volante já voltará ao São Paulo no início da pré-temporada de 2018. O Tricolor ainda define se a reapresentação será feita no dia 3 ou 4 de janeiro, no CT da Barra Funda. Além da oferta já rejeitada do Columbus Crew, que pode fazer novas investidas, Artur foi alvo de sondagens de clubes brasileiros, mas o pedido de Dorival Júnior deixou o garoto empolgado com a volta ao clube que o revelou.

Artur fez somente quatro jogos como profissional no São Paulo e foi lançado pelo argentino Edgardo Bauza. No sub-20, foi campeão da Libertadores, do Paulistão e duas vezes da Copa do Brasil. O Tricolor pagou R$ 500 mil ao Juventus-SC para comprar o meio-campista, que chegou a Cotia por empréstimo. O contrato é válido até 30 de julho de 2020. No Columbus Crew, são 27 jogos - 22 como titular -, um gol e três assistências.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos