Kazim relembra não de Drogba ao Corinthians: "Foi melhor para mim e o Jô"

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Eric Bolte-USA TODAY

    Drogba entrou em campo apenas 14 vezes em 2017, com nove gols marcados

    Drogba entrou em campo apenas 14 vezes em 2017, com nove gols marcados

O Corinthians viveu uma frustração na temporada 2017 antes mesmo de começar a brigar por títulos. Ainda em janeiro, o clube sonhou com a contratação de Didier Drogba, mas viu o marfinense recusar a transferência ao futebol brasileiro. 

O não do craque, porém, logo foi esquecido pelo Corinthians. Com bons resultados em campo a partir de fevereiro e liderado tecnicamente pelo artilheiro Jô, o time arrancou rumos aos títulos do estadual e do Campeonato Brasileiro.

Amigo de Drogba, o atacante Kazim falou sobre a tentativa de contratação do Corinthians e, dez meses depois, admitiu que a falta de acerto beneficiou Jô e a si mesmo.

"Estou feliz pelo Jô. Ele é muito focado, concentrado, treinou muito e faz muitos gols. Quando o Corinthians tentou contratar o Drogba, seria um problema para mim também. Mas ele não quis vir. Acho que foi melhor para mim e para o Jô", disse o turco.

Daniel Vorley/AGIF
Kazim comemora o gol diante do Avaí

Kazim disse que mantém contato com Drogba. Nas mensagens, entretanto, o Corinthians não virou assunto, nem mesmo depois de o time brasileiro garantir os dois títulos.

"Ele é meu amigo. Drogba é Drogba, falou não é não. Não falo sobre o Corinthians com ele porque já passou. Ele não quis vir, isso passou. Foi precisa focar no time e não nele", afirmou Kazim.

Autor de um gol importante contra o Avaí, na vitória anterior ao jogo contra o Fluminense, Kazim ressaltou que Jô logo fez os torcedores esquecerem de Drogba. Além disso, o atacante fez uma crítica às contratações caras.

"Jô fez muitos gols e todos esqueceram da tentativa de contratação. Futebol não é assim, às vezes não precisa gastar muito, muito dinheiro. Precisa é de um bom grupo, focado no objetivo, com boas pessoas. Pode ganhar assim. Ninguém achava que era um bom time no começo do ano. Só a gente acreditava. Depois todos acreditaram. Isso é vida também, não só no futebol. Se acreditar em você, tudo é possível", frisou.

AP Photo/Andre Penner
Jô fez dois gols contra o Fluminense, que deu o título brasileiro ao Corinthians

Depois de frustrar os planos do Corinthians, Drogba acertou com o Phoenix Rising, dos Estados Unidos - pelo time, disputou 14 partidas em 2017, com nove gols marcados.

O Corinthians, por sua vez, viu Jô viver sua melhor fase da carreira, com o maior número de gols em uma só temporada. No total, o camisa 7 foi à redes em 25 oportunidades nos 64 jogos que disputou.

Jô pode ainda garantir a artilharia do Campeonato Brasileiro no próximo domingo, contra o Sport, na última rodada da competição. O atacante corintiano está empatado com Henrique Dourado, atleta do Fluminense - ambos somam 18 gols cada.

No Campeonato Paulista, Jô também brilhou ao fazer gols nos três rivais corintianos. Ele marcou contra Palmeiras, Santos e São Paulo na fase de grupos. Na semifinal, balançou a rede nos dois jogos contra os são-paulinos e ajudou a levar a equipe de Carille à final diante da Ponte Preta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos