São Paulo consegue liminar e terá economia com policiamento

Bruno Grossi e Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Rubens Chiri/saopaulofc.net

    Morumbi tem recebido grandes públicos nesta temporada

    Morumbi tem recebido grandes públicos nesta temporada

O São Paulo repetiu Palmeiras e Corinthians e conseguiu uma liminar na Justiça para deixar de pagar a taxa de policiamento nos dias de jogos, tanto no Morumbi quanto no Pacaembu. A liminar foi concedida pela juíza Carolina Martins Clemencio Duprat Cardoso, do Tribunal de Justiça de São Paulo, na última quinta-feira.

Assim como os corintianos, os tricolores contrataram os serviços do Wagner Ripper para cuidar do caso. A liminar aponta inconstitucionalidade da lei que obriga o pagamento de uma taxa à Polícia Militar para atuar em eventos esportivos. O serviço de segurança pública, de acordo com o pedido dos são-paulinos, é geral e os servidores públicos que trabalham na função já recebem remuneração regular para a tarefa.

Nas contas do Tricolor, deve haver economia de até R$ 30 mil por partida disputada como mandante. Neste ano, por exemplo, o São Paulo jogou em casa em 29 ocasiões. Se a liminar já vigorasse desde o início da temporada, o clube teria economizado aproximadamente R$ 870 mil.

O Estado tem 30 dias úteis para apresentar recurso. Com a liminar, já não será necessário pagar a taxa de policiamento neste domingo, no jogo contra o Bahia. A partida está marcada para as 17h no Morumbi e é válida pela última rodada do Campeonato Brasileiro. A expectativa é que mais de 60 mil pessoas compareçam ao estádio na despedida de 2017.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos