Botafogo pede na Justiça anulação de contrato com a Odebrecht

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Divulgação Botafogo

    Estádio do Botafogo está no centro da polêmica entre as partes

    Estádio do Botafogo está no centro da polêmica entre as partes

Em litígio com a Odebrecht, que cobra na Justiça do Rio de Janeiro R$ 35 milhões referentes a um empréstimo, o Botafogo pediu a nulidade do contrato com a construtora. A notícia foi inicialmente veiculada pelo "Globoesporte".

A Odebrecht desconhece a ação alvinegra, já acolhida pela juíza Aline Gomes Espíndola, da 15ª Vara Cível.

A magistrada remeteu o processo e o clube espera ter sucesso na missão. O ex-presidente Maurício Assumpção e o ex-diretor Sergio Landau respondem a um inquérito policial instaurado para apurar o caso.

O Botafogo defende a tese de que a Odebrecht pagou este valor por conta da interdição do Nilton Santos, fechado após suspeitas de que fortes ventos poderiam derrubar a cobertura. Na visão alvinegra, este repasse não representa um contrato entre as partes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos