Fernando Diniz promete trabalhar por jogo bonito e Guarani "conceitual"

Do UOL, em São Paulo

  • Rafael Fernandes

    Diniz passou pelo Guarani como jogador, em 1995, e agora retorna para ser técnico

    Diniz passou pelo Guarani como jogador, em 1995, e agora retorna para ser técnico

Técnico vice-campeão paulista de 2016 pelo Osasco Audax, Fernando Diniz já foi apresentado pelo Guarani e prometeu manter o estilo de jogo ofensivo característico de suas equipes para as disputas da Série A2 do Estadual e Série B do Brasileirão na próxima temporada. Ex-jogador do clube na temporada de 1995, o comandante volta ao Brinco de Ouro da Princesa para deixar marcas em uma nova função após quase um ano desempregado.

"É um prazer para mim ser treinador do Guarani. Sou apaixonado pelo jogo bonito e pelo resultado, o jogo bonito para mim é uma das formas de chegar a um bom resultado e acho que isso tem tudo a ver com a história do Guarani. Vou procurar dar minha contribuição para resgatar isso aqui. (Ofensividade) É uma marca minha porque é aquilo que eu penso do futebol e também da vida. Aqui no Brasil o futebol tem sido jogado de uma forma muito igual. Quase todo mundo jogando de uma maneira reativa sem favorecer a estética do jogo. Essa filosofia vem comigo", disse o treinador, que planeja estabelecer seus conceitos de jogo logo nos primeiros desafios de 2018.

"Tenho noção de que vai ter bastante coisa do conceito já para a estreia no Campeonato Paulista. É pouco tempo, mas os princípios básicos são poucos", explicou Fernando Diniz, que tem passagens como técnico por Votoraty, Paulista de Jundiaí, Botafogo-SP, Atlético Sorocaba, Audax (quatro passagens), Guaratinguetá, Paraná e Oeste. Ele chega acompanhado do auxiliar Eduardo Barros e do preparador físico Wagner Bertelli.

Fernando Diniz era o técnico em evidência no futebol paulista em 2016, especialmente no primeiro semestre, quando figurou até entre os cotados para substituir Tite no Corinthians. Com uma ideia de futebol que priorizava o toque de bola e a saída para o ataque sem os tradicionais "bicões", o treinador conseguiu levar o Audax à decisão do Paulistão, eliminando São Paulo nas quartas, Corinthians na semi e sendo parado apenas pelo Santos na decisão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos