Crespo revela que participou de orgia: "menos mau que não havia celular"

Do UOL, em São Paulo

O ex-atacante Crespo não economizou nas revelações durante um programa de televisão e admitiu em rede nacional que participou de orgias quando era jovem. A declaração aconteceu no programa Podemos Hablar (Podemos Falar) quando os convidados foram perguntados se alguma vez participaram de uma orgia. Ele se adiantou aos demais e disse sim.

"Estreei no futebol aos 18 anos conheci minha mulher aos 27 e nunca namorei antes. Então, fui solteiro até esta idade. Famoso, jovem...faz de tudo. Experimenta de tudo", explicou.

As pessoas se animaram e perguntaram se eram mais homens ou mulheres e ouviram: "sempre mais mulheres". Crespo afirmou que na situação em que estava, com muita fama e exposição por causa da carreira de jogador, a pessoa "aproveita". O ex-jogador da seleção argentina filosofou sobre as experiências que viveu.

"Não era uma coisa com a maturidade de hoje, não é uma coisa que me diverte. Eu não tomo isto como um motivo de orgulho. Ao contrário. É uma experiência que me permitiu encontrar a serenidade mais tarde com minha mulher. Então, não faz falta porque não vale a pena".

O apresentador questionou se a mulher de Crespo sabia sobre a orgia e ele disse "para quê?" O ex-atacante contou que não era um santo. "Menos mau que não havia celular", emendou. Mas que se tornou outra pessoa ao conhecer a mulher. Declarou que desde então mudou de vida.

"A verdade é que quando conheci minha mulher parei. Disse tchau, acabou. A primeira coisa que fiz foi trocar o telefone e mudar de casa".

Crespo é o quarto principal artilheiro da seleção argentina. Ele começou a carreira no River Plate e defendeu clubes como o Chelsea, Inter de Milão e Milan. Foi artilheiro do campeonato italiano, das Eliminatórias.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos