Presidente avisa: Grêmio não quer negociar e Arthur só sai por R$ 192 mi

Do UOL, São Paulo

  • AFP PHOTO / EITAN ABRAMOVICH

    Arthur

    Arthur

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr., disse em entrevista à rádio catalã "RAC1" que o clube não tem a intenção de negociar o volante Arthur por menos do valor de sua multa rescisória, que é de 50 milhões de euros (cerca de R$ 192 milhões).

A declaração vem em decorrência da foto de Arthur com a camisa do Barcelona que vazou na última sexta-feira, depois de um encontro do jogador com André Cury, empresário brasileiro com bom trânsito no clube catalão. Bolzan ressaltou que não houve proposta e o Grêmio não tem interesse em vender o jogador.

"Se pagar a multa, tudo bem", disse o presidente, que na entrevista reiterou que a renovação do contrato ocorreu recentemente e confirmou o valor de 50 milhões de euros de multa estipulado em contrato.

"De jeito nenhum (tem interesse em negociação por um valor menor). Ele tem um contrato em vigor. O Grêmio é um clube em primeiro no ranking brasileiro, de nível mundial, que ganhou a Libertadores, um clube que tem independência e personalidade. E vai seguir as negociações de seu interesse, e ponto final", disse.

Na entrevista, Romildo reiterou a irritação do clube gremista com a atitude do Barcelona e a postura em relação a um possível negócio. "Se tivesse uma proposta, a examinaríamos. Mas não chegou, o jogador tem contrato com o clube e renovou. Como não chegou proposta, por baixo (do valor da multa) não há conversa nem negociação", disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos