Corinthians e Grêmio dominam o Bola de Prata; Carille é o melhor técnico

Bruno Grossi e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / Miguel SCHINCARIOL

    Corintianos Jô, Balbuena, Fagner e Carille integram seleção do Bola de Prata

    Corintianos Jô, Balbuena, Fagner e Carille integram seleção do Bola de Prata

Campeão brasileiro, o Corinthians teve três jogadores selecionados (Fagner, Balbuena e Jô) na premiação do Bola de Prata, premiação feita pela ESPN Brasil, nesta segunda-feira. O quarto corintiano condecorado é Fábio Carille, eleito o melhor técnico da competição.

Tricampeão da Libertadores e 4º colocado no Brasileirão, o Grêmio também contou com três atletas no Bola de Prata (Geromel, Michel e Luan). 

O Palmeiras, vice-campeão nacional, teve um atleta na relação dos 11 atletas: Dudu.

O São Paulo (Hernanes), Santos (Vanderlei), Cruzeiro (Thiago Neves) e Coritiba (Carleto), também foram representados nesta seleção.

Confira a seleção do Bola de Prata:

Vanderlei (Santos); Fagner (Corinthians), Balbuena (Corinthians), Geromel (Grêmio) e Carleto (Coritiba); Michel (Grêmio), Hernanes (São Paulo), Thiago Neves (Cruzeiro), Luan (Grêmio) e Dudu (Palmeiras); Jô (Corinthians).

O atacante Jô foi eleito o melhor jogador do Brasileirão. O atleta dedicou o prêmio à torcida corintiana e destacou sua mudança de comportamento, largando a bebida.

Bruno Grossi/UOL
Fábio Carille, premiado no Bola de Prata como o melhor técnico do Brasileirão

Vencedor do "Prêmio Telê Santana", do Bola de Prata, Fábio Carille declarou. "Eu saberia que o Corinthians seria um time organizado, mas não imaginava que teria esse rendimento".

Heptacampeão do Brasileirão, o Corinthians terminou o torneio com 72 pontos, nove a mais que o segundo colocado. O título veio com três rodadas de antecedência.

Artilheiros do Campeonato Brasileiro, com 18 gols cada, Jô e Henrique Dourado ganharam troféu Bola de Prata.

"Me preparei bem. Consegui dar resposta dentro de campo. Nenhum momento pensei falar com palavras e sim com futebol", disse Jô, relembrando o período desacreditado no início do ano.

O venezuelano Rómulo Otero, do Atlético-MG, ganhou o prêmio de gol mais bonito (golaço marcado contra o Coritiba, no Independência).

Pelo futebol feminino, a argentina Sole Jaimes, do Santos, recebeu o prêmio Bola de Prata pela artilharia do Campeonato Brasileiro.

A edição 48 do prêmio Bola de Prata teve como homenagem a seleção brasileira que disputou a Copa do Mundo de 1982.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos