Geromel diz que Grêmio evita pensar no Real afirma: "Estamos vacinados"

Bruno Grossi e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Lucas Uebel/Grêmio

Campeão da Libertadores, o Grêmio tem tudo para encarar o Real Madrid na final do Mundial de Clubes da Fifa. Isto é, se passar da semifinal, onde terá pela frente ou Pachuca, ou Wydad Casablanca. Ciente disso, o zagueiro Geromel se recusou, nesta segunda-feira (4) a projetar um duelo com os atuais campeões do mundo e da Europa.

"Não, muito pelo contrário. Essa pergunta me foi feita na semana passada, sobre o Mundial. Não adianta nada pensar na final se a gente não ganhar a semifinal. A gente tem exemplos recentes de times que foram desclassificados, então a gente está vacinado. Esse é o nosso pensamento: vamos preparar para a semifinal", argumentou o zagueiro.

Eleito um dos melhores da posição no prêmio Bola de Prata, o zagueiro do Grêmio também destacou que tem feito o seu melhor, o que tem resultado em outras premiações individuais, e ainda aguarda chances na seleção brasileira para pegar uma vaga no grupo da Copa do Mundo de 2018.

Antes dessa oportunidade aparecer, o Grêmio terá que encarar o vencedor do duelo entre Pachuca e Wydad Casablanca no próximo dia 12 em Al Ain, nos Emirados Árabes, pela semifinal do Mundial de Clubes.

 O clube gaúcho tentará evitar o destino que o rival Internacional (em 2010), o Atlético-MG (em 2013) e o Atlético Nacional (em 2016) tiveram no passado: cair prematuramente e perder a chance de brigar pelo título mundial.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos