Nenê vibra por ter ficado no Vasco: "clube que mais me identifiquei"

Do UOL, em São Paulo

  • Carlos Gregório Júnior / Flickr do Vasco

Depois de um ano complicado, no qual enfrentou problemas de relacionamento com o técnico Milton Mendes durante o Campeonato Brasileiro, o atacante Nenê disse que não se arrependeu nem um pouco de ter ficado no Vasco mesmo em um momento de crise.

Em entrevista ao "SporTV", o jogador disse que o Vasco é o clube brasileiro com o qual é o mais identificado hoje em dia e se sente honrado de ter ajudado na classificação para a Copa Libertadores da América.

"Com certeza foi o clube que mais que identifiquei, até porque todos pensaram que eu ia embora depois que o time caiu. Mas a minha missão (ainda) não tinha cumprido. Vim para tentar ajudar a se salvar e quase conseguimos um feito histórico", disse o jogador, que chegou em 2015 ao clube e permaneceu na disputa da Série B em 2016. Seu contrato é válido até dezembro de 2018.

"Continuei, foi muito bacana e gratificante. Voltamos para a Série A, e aconteceu coisas sim, mas é normal, porque gostamos de jogar", disse, sobre o fato de ter perdido espaço com Milton Mendes.

"Faz parte do futebol, não que em pensei em sair, mas fiquei meio assim, poxa... Mas foi um aprendizado, e tudo voltou a normal. Disse para o Milton que não concordava, mas respeitava e continuei fazendo meu trabalho", disse.

Com a chegada de Zé Ricardo, Nenê aos poucos passou a ser mais utilizado e acredita que teve uma importante contribuição na arrancada do Vasco até a vaga na Libertadores. O time chegou na sexta colocação do Brasileiro e irá direto para a fase de grupos caso o Flamengo conquiste a Copa Sul-Americana. Caso contrário, disputará a fase preliminar.

"Mesmo não estando com uma performance, ajudei a ser decisivo na temporada não com muitos gols, mas com bastante assistências e acredito que em lances importantes, de jogo de um gol. Isso me deixa muito feliz e honrado por ter ficado e ajudado a classificar o time do Vasco para a Libertadores", disse.

Independente de sua situação pessoal, Nenê acredita que o segundo turno do Vasco também causou surpresa: ele foi o clube que mais pontuou na metade final do campeonato ao lado da Chapecoense.

"É surpreendente, com tantos problemas que tivemos, troca de técnicos 3 vezes, ano complicado de eleições, ficando sem jogar no estádio (punição por confusões no clássico contra o Flamengo)", disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos