Vanderlei aguarda chance na seleção para quando "chegar, não sair mais"

Bruno Grossi e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Ale Cabral/AGIF

O goleiro Vanderlei coroou sua grande temporada à frente do Santos levando para casa o prêmio tradicional Bola de Prata nesta segunda-feira (4). Melhor da posição no Campeonato Brasileiro o camisa 1 santista celebrou a taça e comentou as perspectivas de defender a seleção brasileira, uma oportunidade que ainda não apareceu.

"Sobre seleção brasileira, a gente sabe que tem que fazer o melhor no clube, não tem outra coisa a fazer", analisou. "Tem que fazer o melhor no clube, no dia a dia e torcer para que uma convocação futura ocorra. A gente sabe que o futebol é bem dinâmico, tem um bom tempo até a Copa do Mundo. Temos que estar focados bem no clube para a hora que chegar uma convocação a gente estar preparado e não sair mais."

Apesar da defesa do Santos ter terminado o Campeonato Brasileiro, como a segunda melhor, com 32 gols sofridos (dois a mais que o Corinthians), Vanderlei teve bastante trabalho e foi fundamental para o clube alvinegro terminar a competição na terceira colocação. Nem sempre espetacular, Vanderlei se destacou por sempre corresponder com defesas seguras, que garantiram o bom desempenho santista.

"O segredo para um goleiro é a regularidade. Graças a Deus eu venho sendo regular durante os anos. A premiação em si é relativa, a gente também tem outros grandes jogadores que buscam essas premiações e ser o melhor do campeonato", minimizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos