Atlético-PR quer presidente do Bahia na vaga de Autuori; Petkovic é cotado

Dassler Marques e Napoleão de Almeida

Do UOL, em São Paulo

  • Aiuri Rebello/UOL

    Marcelo Sant'Ana poderá assumir as funções de Paulo Autuori no Atlético

    Marcelo Sant'Ana poderá assumir as funções de Paulo Autuori no Atlético

O atual presidente do Bahia, Marcelo Sant'Ana, foi convidado a ser o novo gerente-geral de futebol do Atlético Paranaense, substituindo Paulo Autuori. A negociação se arrasta por alguns dias e ainda não está concretizada por que Sant'Ana só irá entregar o cargo no Tricolor baiano após o final de semana, quando se realiza a eleição do clube baiano para o próximo triênio. O novo gerente-geral, porém, já esteve em Curitiba visitando o CT do Caju e conhecendo seus possíveis novos comandados. Nesta quarta (06) ele terá novo encontro com a direção atleticana e poderá comunicar sua decisão.

Marcelo Sant'Ana é jornalista e se elegeu presidente do Bahia aos 33 anos, em 2014, sendo o mais jovem a comandar uma equipe da Série A. Hoje com 36, poderá chegar ao Atlético tendo no currículo presidencial os Estaduais de 2014 e 15 e a Copa do Nordeste deste ano. Sant'Ana se aproximou de Mario Petraglia, liderança atleticana, durante as negociações das cotas de TV com o Esporte Interativo, na qual os dois clubes formam um bloco completado por Palmeiras, Santos e Coritiba para negociações conjuntas.

Sant'Ana escreveu um artigo de despedida ao Bahia nessa semana no jornal "Correio 24 Horas", no qual avaliou como positiva sua gestão e projetou sua linha de trabalho: "Um clube grande se faz com craques, mas também com ilustres desconhecidos. Através do respeito ao passado, porém sem ficar engessado pelas memórias. É preciso inovar, construir patrimônio físico e intelectual, resgatar valores como a honestidade e usar de eficiência nas contas", diz um trecho do texto. Sant'Ana fez campanha para uma das chapas do conselho do Bahia, da qual ele disse ser parte da chapa.

Um dos entraves dele para o "sim" é a família. Sant'Ana tem uma filha recém-nascida e não tem nos planos a mudança total para Curitiba. Além disso, o gênio intempestivo de Petraglia preocupa o presidente baiano na hora da decisão. Sant'Ana teme atritar com o cacique atleticano a ponto de comprometer sua continuidade no cargo. Entre os planos dele, que recebe salário mensal previsto em estatuto para presidir o Bahia, está trabalhar na Europa.

Não é a primeira vez que o Atlético investe num presidente de outro clube brasileiro para gerir o departamento de futebol. Em 2009 o clube apostou em Ocimar Bolicenho, ex-presidente do Paraná Clube; já mais recentemente, Paulo Carneiro, ex-presidente do Vitória, comandou o departamento em 2015 e 16.

Petkovic é alternativa 

Gustavo Oliveira/Site Oficial do Atlético-PR
Petkovic já passou pelo Atlético e corre por fora para a vaga

O ex-jogador Dejan Petkovic, que recentemente foi diretor de futebol do Vitória, também é cotado para o cargo. Ele visitou o CT da Caju nas últimas semanas e aparece como alternativa a um possível "não" de Marcelo Sant'Ana. Petkovic se dá bem com Petraglia e já trabalhou no Atlético: foi entre 2013 e 14, quando começou como coordenador das categorias de base atleticanas e acabou dirigindo o time Sub-23 no Estadual de 2014, como técnico, até ser demitido para a chegada de Doriva.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos