Flu ainda aguarda "sim" de Abel para acelerar planejamento para 2018

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Mailson Santana/Fluminense F.C

    Abel Braga e Pedro Abad ainda vão conversar para definir permanência

    Abel Braga e Pedro Abad ainda vão conversar para definir permanência

O Fluminense está louco para colocar um ponto final da dura temporada de 2017, mas ainda aguarda o desfecho das conversas com Abel Braga para acelerar o planejamento para 2018.

É esperada para esta semana uma conversa mais definitiva entre o comandante e o presidente Pedro Abad, este um dos maiores cabos eleitorais pela permanência do profissional. O mandatário entende que Abel foi fundamental para evitar um desastre maior para o time, que terminou o ano em uma modesta 14ª colocação, a quatro pontos do Coritiba, primeiro time que integra a zona da degola do Brasileiro.

"Amanhã (terça) ou depois conversamos, mas garantido só após o ok. Temos de colocar tudo às claras e alinhar as expectativas", disse Abad. Há confiança para que o relacionamento tenha prosseguimento, mas Abel, cujo contrato com o clube termina em dezembro do ano que vem, quer saber exatamente qual cenário o Fluminense lhe reserva para 2018.

O treinador se desgastou tendo de atuar como bombeiro por pequenos incêndios causados pelos constantes atrasos salariais. Com um elenco extremamente jovem, Abel sofreu com as poucas peças à disposição. Pesam a favor da continuidade a identificação com o clube e o fato de poder permanecer no Rio de Janeiro.

É verdade que as dificuldades enfrentadas não foram exatamente uma surpresa para o treinador, que foi alertado por Abad sobre os problemas que o Flu enfrentaria tão logo foi contatado. Só que a dose de dificuldades superou as expectativas.

Abel quer um elenco mais encorpado, mas sabe que a missão só será concretizada com muita criatividade. Sem poder de fogo, os tricolores terão de buscar oportunidades de negócios que envolvam alguns de seus principais ativos.

"É aquele negócio: perde um, mas ganha três. Perde um de qualidade e ganha três bons para cobrir a equipe como um todo", indicou o técnico.

Jogadores com salários mais altos poderão ser usados como moedas de troca. Ainda que não haja nada concreto em curso, Gustavo Scarpa, Henrique, Diego Cavalieri e Wellington Silva são nomes que se encaixam neste perfil.

As mexidas não acontecerão apenas no elenco. Contestado por alguns nas Laranjeiras, o gerente de futebol Alexandre Torres conta com a simpatia de Abel, que pretende seguir com o executivo ao seu lado. Os movimentos, no entanto, ainda dependem do "fico".

Sem muitas razões para comemorar, o Flu encerrou a sua participação no ano após o 1 a 1 diante do lanterna Atlético-GO. O grupo entrou de férias e se reapresentará na primeira semana de janeiro. Parte da pré-temporada será realizada na Flórida Cup.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos