Valentim nega mágoa do Palmeiras e diz: "Era o momento de sair"

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Jales Valquer/Estadão Conteúdo

    Alberto Valentim negou deixar o Palmeiras com qualquer ressentimento

    Alberto Valentim negou deixar o Palmeiras com qualquer ressentimento

A projeção gerada pela passagem recente pelo Palmeiras e a possibilidade de reiniciar a carreira de treinador em uma grande equipe pesaram para o clube dispensar Alberto Valentim. O ex-auxiliar, em entrevista concedida à ESPN Brasil na manhã desta quarta-feira, negou qualquer mágoa com o antigo time e colocou como prioridade a efetivação em outra equipe.

"Tivemos uma boa conversa na segunda-feira para que eu continuasse. Ontem [terça-feira] tivemos uma outra conversa fechando este ciclo, entendendo que era o momento de sair para ter uma oportunidade fora. Foram 11 jogos que consegui que a equipe se classificasse para a Libertadores. Fizemos bons jogos e nos aproximamos do Corinthians. Conseguimos o segundo lugar, que era o objetivo", destacou.

O agora treinador, que procura um novo clube, negou qualquer mágoa por não receber uma chance do Palmeiras. "Soube da contratação do Roger, mas respeito a diretoria, de verdade, tinha uma esperança sim de ser treinador. Deixei claro que estava procurando fazer o melhor", repetiu Valentim.

Antes de o Palmeiras optar pela saída de Valentim, que iria definir nesta semana se aceitaria o convite para permanecer no clube alviverde em 2018 como auxiliar de Roger Machado, o treinador recebeu sondagens de Sport e Atlético-PR para a próxima temporada. Nenhum das duas equipes fez proposta oficial para o agora ex-palmeirense.

Valentim aprovou a experiência dos 11 jogos no comando do Palmeiras e negou qualquer insatisfação por não receber a chance de continuar como técnico no clube alviverde.

"Foi muito bom. Tenho minha forma de trabalhar. Conseguimos repetir por vários jogos o que treinamos. Foram muitas coisas boas. Outras temos que corrigir durante um processo para fazer da forma que você quer demanda tempo, treinamentos. Jogadores foram muito profissionais, compraram a ideia de uma forma muito legal, conseguimos fazer boas partidas", analisou o auxiliar, que sonhou com a vaga efetiva no Palmeiras.

"Fiquei feliz por este período e espero trabalhar em um futuro próximo no que gosto e no que me preparei", disse Alberto Valentim, que viaja nesta quinta-feira para a cidade mineira de Oliveira, sua terra Natal, para iniciar as férias antes de "entrar no mercado" dos técnicos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos