Bandeirinha menor de idade desabafa após ser alvo de insultos machistas

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Twitter

    Desabafo de Eva viralizou no Twitter

    Desabafo de Eva viralizou no Twitter

A espanhola Eva Alcaide, uma menor de idade que atua como bandeirinha em partidas de futebol de categorias de base, denunciou em seu Twitter ter sido alvo de insultos machistas durante um jogo de juvenis no último final de semana, realizado na cidade de Alhaurín de la Torre. Segundo o relato da jovem, um grupo de adolescentes na torcida passou todo o primeiro tempo gritando contra ela.

Eva afirmou que se sentiu acuada e chegou a ter medo do que aconteceria com ela depois do jogo. Entre os insultos recebidos, ela citou frases como "que cara de cadela e de quem transa bem", "eu te colocava de quatro" e "eu te metia a bandeira pelo c... até sair pela boca".

Ela também afirmou que episódios como esse mostram que o feminismo é "muito necessário", e pediu para que pais eduquem melhor seus filhos para que não "continuemos em uma sociedade de m...".

"Estou farta de sofrer essas m... pelo simples fato de ser mulher e estar em um mundinho de homens como é o futebol e a arbitragem. Me sinto muito machucada às vezes. Hoje eu quis gritar e desabafar por todas as vezes que fiquei calada. Chega", escreveu ela no Twitter.

A sequência de posts de Eva na rede social já teve mais de 19 mil retuítes e 14 mil curtidas. A maioria dos internautas manifestou apoio à jovem nos comentários.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos