Boca fora e excesso de estrangeiros: Inter fica mais perto de Montoya

Do UOL, em Porto Alegre

  • Koji Watanabe/Getty Images

    Walter Montoya, do Sevilla, arrisca chute contra o Kashima Antlers em amistoso

    Walter Montoya, do Sevilla, arrisca chute contra o Kashima Antlers em amistoso

A saída do Boca Juniors da negociação e a apresentação de Guilherme Arana ajudam o Internacional a manter expectativa de contratar Montoya. Com excesso de estrangeiros no grupo, o Sevilla está disposto a negociar o jogador e aguarda o melhor caminho para isso. 

O Colorado efetivou oferta de empréstimo. A ideia é contar com o meio-campista a partir da apresentação do grupo de jogadores, no próximo dia 2. Mas segue com concorrentes de peso. 

Segundo informou a Rádio Mitre, da Argentina, o Boca Juniors se assustou com o investimento solicitado pelo Sevilla no negócio. Por isso, deixou a concorrência pelo jogador, que tinha sido pedido do técnico Guillermo Barros Schelotto. Seguem, portanto, Inter, River Plate e Tijuana, do México. 

Sevilla vai liberar

Independente de quem fizer a melhor oferta, o Sevilla está disposto a liberar Montoya. Com apresentação de Guilherme Arana, ex-Corinthians, nesta quinta-feira, o clube rompeu limite de jogadores extra-comunitários e precisa se desfazer de um. O que menos atua em seu elenco é exatamente o alvo do Inter, que não possui passaporte europeu. 

Montoya foi destaque do Rosario Central até se transferir ao Sevilla, no começo do ano. Por lá, porém, realizou poucas partidas. Foram sete, apenas, sem gols. O clube da Andaluzia pagou 4 milhões de euros por ele (R$ 15,5 milhões) e quer 6 milhões de dólares (R$ 19,8 milhões) para uma eventual venda. 

O Colorado, inicialmente, pretende empréstimo do jogador por uma temporada. O vínculo dele com os espanhóis vai até 2021. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos