Justiça determina cancelamento de assembleia de sócios no Atlético-PR

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Hugo Pontoni/Divulgação

    Torcedores protestam na praça em frente ao estádio: assembleia cancelada na Justiça

    Torcedores protestam na praça em frente ao estádio: assembleia cancelada na Justiça

A assembleia solicitada por um grupo de sócios do Atlético Paranaense foi oficialmente cancelada pela Justiça do Paraná. Marcada para 9 de dezembro à revelia da diretoria, após a entrega de 3.667 assinaturas que solicitavam debater temas como valores de ingressos, planos de sócios e mesmo as contas da obra da Arena para a Copa 2014, a assembleia foi recusada pelo clube por insuficiência de assinaturas após um período de conferência, o que levou os requisitantes à Justiça.

Reprodução
Trecho do despacho que cancela a assembleia solicitada pelos sócios

Uma liminar garantiu a realização da assembleia inicialmente, mas após o clube divulgar que apenas 1.260 assinaturas cumpriam os requisitos do estatuto do clube, a liminar foi suspensa até o julgamento do mérito, definido nesta quinta-feira (07). Eram necessárias 2.056 assinaturas, o que equivale a um quinto dos sócios aptos a votar com mais de 3 anos de associação ininterrupta.

No despacho do Desembargador Carlos Eduardo Andersen Espínola, o texto encerra a possibilidade de recurso e argumenta que considera que "os motivos que justificaram o indeferimento do pedido de convocação de Assembleia Geral Extraordinária (...) É previsão estatutária".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos