CEO do Liverpool quer manter Coutinho, mas diz: "Não tenho bola de cristal"

Do UOL, em São Paulo

  • CARL RECINE/Action Images via Reuters

    Philippe Coutinho durante o jogo contra o Spartak Moscou

    Philippe Coutinho durante o jogo contra o Spartak Moscou

A janela de transferências na Europa abre no próximo mês de janeiro e todos estarão de olho nas investidas do Barcelona em Philippe Coutinho. O CEO do Liverpool, Peter Moore, quer que o brasileiro fique, mas não sabe o que pode acontecer no futuro.

"No que me diz respeito, o time que temos agora é o que vamos ter em janeiro. Eu não tenho uma bola de cristal, então não sei o que vai acontecer. Mas Philippe Coutinho é um jogador dedicado e importante atleta do Liverpool agora", falou Moore.

Em agosto, o Barça ofereceu 160 milhões de euros (R$ 590 milhões na conversão da época) pelo meio-campista, que ainda formalizou um pedido de saída para o Liverpool. Os ingleses, no entanto, recusaram a oferta.

"Nós fizemos uma declaração no ano passado, dizendo que o jogador não estava a venda e essa afirmação é uma propriedade. Todos os dias há histórias que vem da Espanha, sobre o Barcelona. E eu vi um jogador que marcou um hat-trick pelo seu clube com 54 mil torcedores presentes na última quarta-feira", acrescentou o CEO.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos