De revelação a renegado. Em baixa, Guedes tem futuro em xeque no Palmeiras

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Thiago D. Rodrigues/Estadão Conteúdo

    Palmeiras procura interessados para vender Róger Guedes nesta janela de fim de ano

    Palmeiras procura interessados para vender Róger Guedes nesta janela de fim de ano

Róger Guedes chegou ao Palmeiras como uma aposta, se consolidou e agora pode deixar o clube pela "porta dos fundos". Depois de chegar do Criciúma como um desconhecido, o atacante virou titular rapidamente com Cuca e se consolidou com o título brasileiro. Em 2017, porém, a temporada de altos e baixos termina como ele preterido pelo ex-interino Alberto Valentim. Diante disso, o futuro do jovem de 21 anos com a camisa alviverde se encontra em xeque.

Fora a queda de rendimento que custou a vaga no time titular, Róger Guedes enfrentou problemas de relacionamento com o elenco. Ainda no primeiro semestre foi cobrado publicamente por Felipe Melo em um treinamento no Uruguai, na véspera do jogo contra o Peñarol. Na reta final do Brasileiro, o camisa 23 recebeu novos questionamentos dos companheiros e acabou afastado. Nos últimos quatro jogos pela Série A, sequer entrou no grupo dos relacionados.

O Palmeiras, dono de 25% dos seus direitos econômicos, procura interessados para negociar o jogador, que recebeu elogios de olheiros do Barcelona no ano passado após se destacar na vitória sobre o América-MG. Um primeiro contato do futebol chinês, ocorrido nos últimos dias, não animou a diretoria palmeirense, que aguarda propostas oficiais.

As polêmicas, que hoje minam o futuro do atleta no clube, se iniciaram no dia 14 de abril. Guedes não pagou uma aposta com os companheiros, que aplicaram um "trote" no atacante antes do treinamento. O jogador deixou o campo visivelmente contrariado, mas publicamente relevou o ocorrido na Academia de Futebol, o CT do Palmeiras.

Reprodução
Róger Guedes sofreu um trote do elenco e saiu do campo bastante contrariado

Exatamente 11 dias depois de se incomodar com o trote, Guedes se tornou pivô de uma nova controvérsia. A Rede Globo flagrou uma cobrança acima do tom feita por Felipe Melo durante treinamento no Uruguai, um dia antes da vitória por 3 a 2 sobre o Peñarol, pela Copa Libertadores. "P*rra, assim fica difícil, meu irmão. Tá falando para c***lho, hein? Me respeita, p*rra. Você é moleque, me respeita, p*rra. É moleque pra c***lho", reclamou Felipe Melo.

O triunfo com caráter épico no jogo que terminou em pancadaria amenizou a reclamação. Guedes, no entanto, aos poucos perdeu espaço entre os titulares, especialmente a partir do segundo semestre. A última atuação como titular ocorreu na derrota por 2 a 0 para a Chapecoense, no Allianz Parque, ainda pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Além da queda de rendimento em campo, o desempenho no dia a dia passou a incomodar a comissão técnica. Cuca manteve as chances, colocando Guedes no segundo tempo, mas a diretoria interveio em outubro. O camisa 23, cobrado depois de cometer o pênalti que definiu o empate por 2 a 2 com o Bahia, no Pacaembu, acabou afastado por uma semana para passar por uma reciclagem, segundo explicação oficial do clube.

Róger Guedes chegou a voltar com Alberto Valentim, mas o fim de temporada foi definitivo para colocar o futuro do jogador em xeque. Guedes sequer esteve no banco de reservas do Palmeiras nos últimos quatro jogos do Palmeiras no Brasileiro. Nos últimos dias de treinos no CT antes das férias, ficou na parte interna, mesmo nas atividades com os suplentes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos