Cruzeiro pode fazer negócio, mas contrapeso de Arrascaeta emperra saída

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Divulgação

    Latorre despertou interesse do Remo, mas não foi convencido a se transferir de clube

    Latorre despertou interesse do Remo, mas não foi convencido a se transferir de clube

Jogador do Cruzeiro desde julho de 2015, sem nunca ter atuado no time principal, o atacante Gonzalo Latorre teve a chance de deixar o clube e dar sequência à carreira, mas preferiu ficar em Belo Horizonte, pelo menos por enquanto. O uruguaio foi pretendido pelo Remo e por uma equipe da Itália, mas sua vontade de ficar em Minas, mesmo treinando separado na Toca da Raposa, fez a diferença e impede um acordo.

Latorre chegou ao Cruzeiro como contrapeso de Arrascaeta, mas não passou nem perto de viver a mesma história que seu compatriota. Hoje com 21 anos, o atacante custou US$ 3,7 milhões (R$ 12,06 mi) aos cofres do clube, valor ainda não efetuado e que já gerou dor de cabeça para a diretoria. Há menos de dois meses, o Club Atenas, da segunda divisão uruguaia e seu ex-time, acionou a entidade mineira na Fifa para exigir o pagamento da dívida.

Sem aproveitar o atacante, que ganha o maior salário das categorias de base, o Cruzeiro já tentou romper o contrato de Latorre, válido até dezembro de 2019, mas a vontade do atleta foi de permanecer.

Nos últimos dias, o Remo foi o clube que mais chegou perto de ficar com o jogador. O time paraense tem a intenção de levar o uruguaio por empréstimo e tem o aval do Cruzeiro para isso, mas ainda não convenceu Latorre de se transferir de Minas Gerais. Além da equipe, o jovem recebeu o contato de uma equipe da Itália, mas a proposta também não o deixou satisfeito.

A negociação com o Remo ainda pode ter um desfecho diferente, mas a atual permanência no Cruzeiro não significa que o atacante ganhará uma chance com Mano. Sem espaço no time principal, Latorre passou 2017 treinando com a equipe sub-23 e disputando campeonatos pela categoria de aspirantes.

Hoje, Mano Menezes conta com Rafael Sóbis e Sassá entre os principais atacantes do plantel. Correndo por fora, Raniel e Rafael Marques também disputam uma vaga dentro da grande área. Fora das quatro linhas, a diretoria ainda corre atrás de um nome de peso e sonha em trazer Lucas Pratto para a Toca.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos