Acusado de ameaçar Leila Pereira tem 85 anos e xingou marido da empresária

José Edgar de Matos e Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

  • Vídeo UOL

    Leila Pereira, dona da Crefisa e conselheira do Palmeiras

    Leila Pereira, dona da Crefisa e conselheira do Palmeiras

Um homem de 85 anos chamado Luiz Carlos Berlinck de Almeida Prado é a pessoa acusada de ofender e ameaçar Leila Pereira, proprietária da Crefisa e conselheira do Palmeiras, em incidente ocorrido na Sociedade Harmonia de Tênis, em São Paulo, na última quarta-feira (6). O nome do produtor rural está registrado no Boletim de Ocorrência aberto pela empresária desde a semana passada, conforme apurou a reportagem do UOL Esporte.

Segundo relatos de testemunhas ouvidas pela reportagem depois de o caso de tornar público, em informação dada pela Rádio Globo e confirmada pelo UOL Esporte, o homem se aproximou de maneira hostil, xingando Leila Pereira. A polícia registrou o caso como "injúria e difamação" no BO feito pela proprietária da Crefisa após o acontecimento no clube de tênis.

Almeida Prado, de acordo com a acusação, ofendeu ainda o marido de Leila, José Roberto Lamacchia, também conselheiro palmeirense. Ele teria atirado nela recortes de revista com uma reportagem sobre Lamacchia. Posteriormente, teria feito menção de agredi-la com uma raquete de tênis, mas acabou contido por pessoas próximas.

O UOL Esporte tentou entrar em contato com Leila Pereira, que, por intermédio de sua assessoria, optou por não comentar sobre o caso. A reportagem também buscou falar com Luiz Carlos Berlinck de Almeida Prado, mas não obteve resposta até a publicação.

O clube de tênis também preferiu não comentar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos