Corinthians se mexe por "sonho" de Scarpa e cogita nova tentativa por Pablo

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Nelson Perez/Divulgação

O Corinthians tem estratégias similares para negociações com dois reforços que podem acrescentar em qualidade à equipe de Fábio Carille em 2018: o meia Gustavo Scarpa, do Fluminense, e o zagueiro Pablo, campeão brasileiro com a camisa corintiana na temporada que se encerrou.

O envolvimento de rivais nas duas negociações deixa a direção corintiana cautelosa, já que o momento financeiro não é muito animador. Mesmo assim, há trunfos na manga para as duas tentativas, desde que não ocorra um leilão.

Foi justamente por notar um movimento nesse sentido que o Corinthians não entrou mais forte na parada por Scarpa. Mas, na avaliação do estafe do meia, o Parque São Jorge seria o local ideal para que ele atuasse no futebol brasileiro em 2018. Essa preferência é endossada pela relação da OTB Sports com Andrés Sanchez, ex-presidente e candidato da situação.

A atual diretoria, porém, é que tem feito movimentações nos últimos dias. A possibilidade de uma troca com o Fluminense foi discutida e envolveu nomes como Giovanni Augusto, Lucca e Leo Príncipe. O Flu, porém, também quer dinheiro por seu principal jogador, o que por ora não permitiu avanços.

São Paulo e Palmeiras também têm o jogador no radar, mas é com a equipe do Morumbi que as conversas tiveram maior andamento. A saída do diretor Vinicius Pinotti, porém, atrapalhou as tratativas. Já Alexandre Mattos, como mostrou o UOL Esporte, não quer fazer loucuras por Scarpa depois de fechar com Lucas Lima.

Pablo ainda não deixou radar do Corinthians, que também aguarda.

Fontes próximas ao presidente Roberto de Andrade asseguram que, apesar dos desentendimentos no fim do Brasileirão com Fernando César, agente de Pablo, o zagueiro ainda integra a lista de reforços.

O Corinthians não avançou em nomes para a posição e acredita que, nos próximos dias, poderá reabrir conversas para ter seu zagueiro titular de volta. Pablo conversou com Palmeiras e Atlético-MG, mas os valores que envolviam sua compra deixaram os clubes mais distantes.

A ideia dos dirigentes alvinegros é mostrar a Pablo que a sequência no Parque São Jorge é a melhor saída, já que as tentativas de acerto com outra equipe não avançaram. O Corinthians já tem engenharia financeira montada para a compra dele por R$ 11 milhões ao Bordeaux-FRA, mas não chegou a acordo em salários e comissões com Fernando César.


 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos