Rebaixado para Benfica B, ex-lateral do Grêmio é oferecido ao Corinthians

Dassler Marques e Marcus Alves

Do UOL, em São Paulo (SP) e Lisboa (POR)

  • Reprodução/Instagram

Com ingressos entre 2 e 5 euros, longe das câmeras e sem a pressão dos torcedores, o time B do Benfica manda seus jogos no Caixa Futebol Campus, centro de treinamento do clube. Na última semana, na vitória de 1 a 0 sobre o Arouca, uma cara nova, enfim, fez a sua estreia em partidas oficiais nesta temporada: o lateral esquerdo Marcelo Hermes, ex-Grêmio.

A entrada do jovem jogador de 22 anos em campo teve participação direta do presidente Luis Filipe Vieira, que pediu a sua utilização antes da reabertura da janela de transferências, em janeiro.

Mesmo livre ao assinar contrato, o Benfica teve de desembolsar 2,9 milhões de euros pela revelação do tricolor gaúcho em custos de intermediação, conforme prestação de contas, e agora quer emprestá-lo. Segundo o UOL Esporte apurou, Hermes pretende voltar ao Brasil, trocou de representante e teve seu nome oferecido ao Corinthians como alternativa a Guilherme Arana, vendido ao Sevilla, após a conquista do Brasileirão.

Pessoas próximas ao time alvinegro confirmam que ele está em análise para 2018, porém, pregam cautela. A princípio, outros atletas estão à sua frente no mercado.

O técnico Fábio Carille conta atualmente com duas opções para o lado esquerdo da defesa: Moisés, que não convenceu neste ano e tem o interesse do Bahia, e Marciel, que atua como volante, mas acabou sendo improvisado na posição. O objetivo, portanto, é conseguir um jogador que chegue para ser titular na Libertadores, principal competição no calendário.

Entre outros motivos, pesa contra Marcelo Hermes o seu longo período de inatividade em Portugal.

Depois de ser promovido por Felipão em 2015 e agradar em sua primeira temporada pelo Grêmio, ele foi reserva de Marcelo Oliveira e se viu em meio a imbróglio em torno de sua renovação no ano seguinte. Com a negativa tricolor em aceitar a sua pedida, foi afastado e ficou sem atuar. Em janeiro, se apresentou, então, ao Benfica, porém fez apenas um jogo pela Liga Portuguesa em seus primeiros seis meses, sendo escalado mais à frente, como extremo pela esquerda.

No meio do ano, quase foi parar no Amiens, da França, mas acabou seguindo na Luz. Incomodado com a situação atual, chegou a publicar mensagem enigmática nas redes sociais. "Paciência para respeitar, aceitar e entender o tempo certo de tudo", escreveu.

Segundo informações colhidas pela reportagem, a despeito da movimentação de seu estafe para trazê-lo de volta ao Brasil, o Benfica se mostra reticente e prefere vê-lo em ação no futebol europeu para acelerar a sua adaptação. Existem conversas paralelas para a sua ida para a Espanha. O Levante é um dos clubes que mostrou interesse.

Seria uma forma de justificar, assim, os 2,9 milhões de euros pagos em comissão em sua vinda para Lisboa e que causam estranheza no clube por se tratar de um atleta que estava em fim de contrato com o Grêmio e que, portanto, não deveria supostamente representar um custo elevado para os seus cofres.

Com vínculo até 2022, Marcelo Hermes tem multa rescisória de 45 milhões de euros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos