Recordes e 'disputa' com Messi: O que está em jogo para CR7 no Mundial

Vanderson Pimentel

Do UOL, em São Paulo

  • Shuji Kajiyama/AFP

    Cristiano com a bola de ouro do Mundial de Clubes; no começo da semana, o português ganhou sua quarta Bola de Ouro da France Football

    Cristiano com a bola de ouro do Mundial de Clubes; no começo da semana, o português ganhou sua quarta Bola de Ouro da France Football

A maior parte da torcida do Real Madrid pode não ver muito valor no Mundial de Clubes, mas o principal jogador da equipe tem motivos de sobra para querer o título e entrar na história da competição. No jogo contra o Al-Jazira, que acontecerá às 15h (horário de Brasília) desta quarta-feira (13), Estádio Xeique Zayed, em Abu Dhabi, Cristiano Ronaldo terá a oportunidade de se tornar recordista da era moderna da competição em diversos aspectos.

Caso marque um gol contra a equipe dos Emirados Árabes Unidos, o português se isolará como o maior artilheiro da história do torneio em seus módulos atuais, que se iniciou em 2000. Atualmente, Cristiano Ronaldo tem os mesmos 5 gols de Lionel Messi, Luis Suárez e do argentino César Delgado.

Para virar o maior marcador de gols da história dos Mundiais, o camisa 7 merengue terá de superar Pelé, que fez 7 gols ao todo, quando o torneio ainda era restrito ao duelo entre o campeão da Libertadores e da Liga dos Campeões, formato que perdurou entre 1960 e 2004.

David Guttenfelder/AP

Em caso de vitória do Real Madrid nesta quarta-feira, o português poderá quebrar outros dois recordes na partida contra o Grêmio. O jogador será o primeiro atleta a atuar em quatro finais do torneio. Além de participar das decisões de 2014 e 2016, contra San Lorenzo e Kashima Antlers, respectivamente, o atacante também poderá ser o primeiro atleta a ser campeão do torneio quatro vezes, já que seu primeiro título mundial foi conquistado em 2008, quando o Manchester United bateu a LDU por 1 a 0.

Rivalidade com Messi

Mesmo longe dos Emirados Árabes, Lionel Messi ainda será um adversário a ser batido pelo português. Por mais que o número de gols de ambos seja o mesmo ao todo, o argentino leva uma vantagem de ter feito 4 de seus 5 gols somente em finais do Mundial.

Autor de 3 gols na decisão do ano passado, Cristiano Ronaldo poderá empatar ou até ultrapassar o camisa 10 do Barcelona, caso o Real enfrente a equipe brasileira no próximo sábado.

Além disso, Cristiano Ronaldo poderá alcançar Messi em outro posto. O argentino foi eleito o melhor jogador do Mundial em 2009 e 2011, sendo o maior vencedor do prêmio. O português foi o Bola de Ouro do torneio apenas no ano passado. Tanto em 2008 como em 2014, o camisa 7 foi o segundo colocado, ficando atrás de Wayne Rooney e Sergio Ramos, respectivamente.

Messi também já 'perdeu' uma Bola de Ouro. Em 2015, Luis Suárez foi eleito o melhor jogador do torneio após fazer dois gols da vitória do Barcelona por 3 a 0 contra o River Plate.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos