Donnarumma chora e é consolado após ser hostilizado por torcida

Do UOL, em São Paulo

  • AP

    Bonucci consola Donnarumma, que chorou após ser duramente criticado pela torcida do Milan

    Bonucci consola Donnarumma, que chorou após ser duramente criticado pela torcida do Milan

Gianluigi Donnarumma sentiu a pressão feita pela torcida do Milan na partida contra o Hellas Verona, na quarta-feira, em Milão. O goleiro de 18 anos ficou abatido dentro e fora de campo, sendo consolado por colegas da equipe.

Leonardo Bonucci foi um dos que deu suporte ao jovem atleta. Na partida contra o Hellas Verona, a torcida rossonera xingou Donnarumma incessantemente, pedindo a saída do goleiro.

A ruptura na relação torcida/Donnarumma ocorreu devido à intenção do empresário do atleta, Mino Raiola, em anular contrato feito pelo atleta com o Milan.

O agente alega que Donnarumma sofreu "violência moral" dos dirigentes italianos para assinar a renovação do vínculo, que aconteceu no meio do ano. Donnarumma foi sondado pelo PSG.

Em campo, Donnarumma viu faixas estendidas no estádio contra ele. "Violência moral: 6 milhões de euros por ano e o envolvimento de um irmão parasita? Vá embora agora, a paciência acabou!", dizia a bandeira.

Durante o aquecimento, parte da torcida entoou um cântico ofensivo na direção do atleta. "Vá embora, pedaço de m...".

Cada vez que o goleiro pegava na bola, a torcida do Milan entoa vaias na direção do goleiro. O time anfitrião bateu o Hellas Verona por 3 a 0, com gols de Suso, Romagnoli e Cutrone.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos